Chamonix Mont Blanc, o monte nevado mais alto da Europa

postado em: França | 2
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Na  viagem de carro que fizemos em 2014 pela a Europa, conheci lugares incríveis, um deles foi Chamonix Mont Blanc, uma cidade encantadora. Esta cidade francesa faz divisa com Suíça e Itália. Está localizada a 15 Km de distância destes países. Estivemos por lá no inverno de 2014 e as temperaturas variavam entre 2º e 5º. Para todo lado que se olhava havia neve.

Uma caminhada pelas ruas, era quase uma prática de patinação…rs. Havia em vários pontos uma camada fina (ou nem tão fina) de gelo. Nada demais, apenas era preciso tomar cuidado onde e como colocar o pé. Mas alguns tombinhos e muitas risadas foram inevitáveis…rs. Uma dica é usar calçados com sola de borracha.

A cidade possui cerca de 9400 habitantes e a arquitetura de suas construções é graciosa.

 

Chamonix - Mont Blanc
Chamonix – Mont Blanc

O que fazer em Chamonix Mont Blanc – Estações de Esqui

No centro da cidade está a estação do teleférico (fica na Rue du Lyret, 491) que leva até o alto do Mont Blanc. O ponto mais alto dos Alpes com 3810 metros de altitude. Por ser bem pequena, é muito fácil andar pela cidade.

No primeiro dia de estada na cidade, não conseguimos subir no Mont Blanc. Estava ventando muito e o teleférico não estava funcionando. Então resolvemos “esquiar”.

Seguimos a esquerda pela rua em frente a estação (Rue du Lyret) e pegamos um ônibus na Av. de Courmayeur. O ponto é bem em frente ao Bowling Pub Billards.

Você verá várias pessoas com seus esquis aguardando no ponto. A propósito, o ônibus é gratuito, e descemos na estação de esqui Le Savoy. Mas leve seu cartão do hotel. 

 

Estação de teleférico - Mont Blanc
Estação de teleférico – Mont Blanc

 

Nas ruas próximas a estação Le Savoy há várias lojas de aluguel de equipamentos e roupas para esquiar. Alugamos na Desailloud Sport, o casal que nos atendeu, dono da loja, é muito simpático.

Para quem nunca esquiou, como eu, é extremamente aconselhável contratar um instrutor de esqui, sozinho pode ser perigoso. Meu namorado foi bem com os esquis, já eu não conseguia ficar em pé e desisti, depois de alguns tombos…rs. 

A cidade tem muitas outras estações de esqui, que ficam abertas de 20 de dezembro a 26 de abril. Esta era a previsão para 2015. Pode haver alterações conforme as condições climáticas.

A estação Le Savoy é gratuita e para iniciantes. As estações para pessoas com mais experiências são cobradas, neste link você encontrará mais informações.

Vai viajar para esquiar, faça sua cotação de Seguro Viagem neste link. Com o Código promocional DECAPRALA5 obtenha 5% de desconto em seu seguro.

 

Estação de ski - Le Savoy
Estação de ski – Le Savoy

 

O que fazer em Chamonix Mont Blanc – Aguile du Midi

No dia seguinte, como o tempo estava melhor, fomos até a estação de teleférico. Desta vez foi possível subir no Mont Blanc, é muito alto. O ponto de observação fica 3842 metros acima do nível do mar.

A subida é feita por um teleférico com cabines fechadas com grandes janelas de vidro. A vista que se tem durante a subida é espetacular. O teleférico funciona praticamente o ano todo, com variações de horários. O valor do ingresso para subida até o topo é de 60,00 € por adulto (informações atualizadas em 2017 no site oficial).

Para saber exatamente os horários e dias de subida acesse o site oficial do Aguile du Midi (Agulha do Mundo).

 A vista lá de cima é incrível, você tem a impressão de estar no paraíso. Apesar da temperatura naquele dia estar em 15º negativos, não dá vontade de descer.

Para chegar ao ponto de observação, ainda há que subir um elevador. Atrás do elevador há um ponto para fotos, onde você fica dentro de uma caixa todinha de vidro. Na foto parece que você está flutuando, é incrível, mas não tive coragem de tirar a foto.

 

Mont Blanc
Mont Blanc

 

Vista de Chamonix Mont Blanc
Vista de Chamonix Mont Blanc

 

O que fazer em Chamonix Mont Blanc – Mer de Glace

O Mer de Glace, como o nome já diz, é um mar congelado. Com 7 km de comprimento e 200 metros de profundidade. No início, em 1802 o mar congelado ficava quase no nível da estação de trem.

Com o passar dos anos e a alteração da temperatura da Terra, seu nível foi baixando. Hoje está há aproximadamente 200 metros da estação de trem.

A visão deste lugar é realmente impressionante. O trem que leva até à geleira funciona praticamente o ano todo, em horários variados, dependendo da estação do ano, neste link informações completas.

 

Estação de trem para o Mer de Glace
Estação de trem para o Mer de Glace
Como chegar ao Mer de Glace

Saímos do Mont Blanc e fomos até a estação de trem para conhecer o Mer de Glace, ou Mar de Gelo. O ingresso comprado para subida ao Mont Blanc dá desconto para o trem, então programe a subida antes do passeio de trem. Neste link você encontrará as tarifas para o Mont Blanc não aconselho comprar antecipado, pois dependendo do clima o teleférico não funciona.

Chegamos a estação de trem, que fica na Place de La Mer de Clace. Para chegar até lá, saia da estação do Aguile du Midi, e siga a sua direita (na Rue du Lyret). Entre na Rua Helbronner na rotatória, e em seguida entre a esquerda na Allobroges. Na próxima rotatória vá em direção a Place de la Gare, e na próxima quadra vire  a direita em direção a Place de La Mer de Clace. A estação fica a direita no final da rua.

Mer de Glace
Mer de Glace

 

Túnel - Mer de Glace
Túnel – Mer de Glace

 

Para chegar ao Mer de Glace, a viagem de trem dura cerca de 20 minutos. É necessário descer parte da distância de teleférico, e depois caminhar por escadarias e rampas até chegar a gruta. Difícil é subir tudo de novo…rs. Mas vale a pena.

Bem voltamos a cidade, passeamos mais um pouco admirando a arquitetura e nos preparamos para a partida.

 

Túnel - Mer de Glace - Chamonix Mont Blanc
Túnel – Mer de Glace – Chamonix Mont Blanc

 

Precisa  de hotel para sua viagem? Faça sua cotação por aqui. Além de conseguir a melhor hospedagem pelo menor preço, você ajuda o blog De Cá Pra Lá a continuar dando dicas para suas viagens. Neste link indico os hotéis que fiquei hospedada na Europa, e dicas para economizar.

PIntura na parede de um prédio
PIntura na parede de um prédio

 

Chamonix Mont Blanc
Chamonix Mont Blanc

 

Onde comer em Chamonix Mont Blanc

Nos dias que ficamos em Chamonix, comemos em dois restaurantes:

La Flambee: este restaurante é muito bom. Tanto a pizza quanto a fondue são ótimos, e o preço é acessível. Um restaurante todo estilizado, com uma decoração super divertida. Localizado na Avenue Michel Croz, 242.

La Taverna de Chamouny: este restaurante é bem mais caro e o atendimento um pouco demorado, mas a comida é muito boa. Um restaurante super clássico. Localizado na Avenue Michel Croz, 12.

 

Restaurante La Taverna de Chamouny
Restaurante La Taverna de Chamouny

 

Chamonix-Mont Blanc é um pedacinho do paraíso. Recomendo grandemente uma passadinha por lá, caso faça uma viagem pela Europa. O Ideal é ficar quatro dias. Infelizmente eu fiquei somente dois.

Se precisarem de mais alguma dica sobre Chamonix Mont Blac, entre em contato. Tem alguma outra dica sobre a cidade? Quer ajuda com seu roteiro? Deixe seu comentário aqui embaixo, terei prazer em responder. Até o próximo post.

 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×
Seguir Alessandra Lima:

SEO e Redatora

Sou Alessandra, uma pessoa apaixonada por viagens. Sou formada em Comércio Exterior e escrevo o blog De Cá Pra Lá desde 2014. Adoro ler e tirar fotos, principalmente das paisagens dos novos lugares que conheço. Seja bem vindo ao blog De Cá Pra Lá.

2 Responses

  1. Daniel Deywes

    Bom Dia, muito bom seu post. Tenho uma duvida: No verão o monte Blanc e Mer de Glace tem neve ainda, especificamente em Julho?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *