Guimarães Portugal: O que fazer em Guimarães num dia de chuva

postado em: Guimarães, Portugal | 8

Guimarães Portugal, tem muita história para contar. Tida como Berço de Portugal, seu legado se inicia muito antes do século X, quando ainda era uma vila de nome Vimara, ou Guimara.

O nome Vimara tem origem alemã, e com o passar do tempo, passou a ser chamada de Guimarães, devido ao uso do Latim.

Então, no século X, a Condessa de Mumadona Dias, manda construir um convento de Frades e Freiras, que se torna um espaço atrativo e de concentração da população.

Depois, manda construir o Castelo de Guimarães, por volta de 959, para defender o convento.

Mais tarde, no século XI, o Conde D. Henrique recebe o governo da cidade e casa-se com D. Teresa, e deste casamento nasce D. Afonso Henriques, em 1111.

Paço dos Duques de Bragança - Guimarães
Paço dos Duques de Bragança – Guimarães

 

Este, por sua vez, torna-se um grande conquistador de terras portuguesas. E em, 1128 o exército de D. Afonso Henriques, vence o exército de sua mãe, D. Teresa, durante a Batalha de S. Mamede.

D. Afonso Henriques defendia a independência do condado. Com isso, com todas as suas conquistas, em 1179, D. Afonso é proclamado o primeiro Rei de Portugal, pelo Papa Alexandre III.

Por isso, Guimarães em Portugal, é considerada o Berço do país, pois foi ali que nasceu a nação independente. Na visita ao Castelo de Guimarães, é apresentado um desenho animado, que conta toda esta história.

Leia também:

Qual o custo de uma viagem a Portugal;

Dicas sobre atrações em Porto;

O que fazer em Braga Portugal;

Um roteiro de 20 dias na Itália.

Castelo de Guimarães Portugal
Castelo de Guimarães Portugal

 

Onde fica Guimarães em Portugal

Guimarães Portugal, possui uma área de quase 241 mil km², sendo que, desta área 2,6 km² são de área verde.

A cidade está localizada ao norte de Portugal, e está próxima a Braga e Porto.

Além disso, pertence a sub-região de Ave, e faz limite com Póvoa do Lanhoso, Santo Tirso, Felgueiras, Vizela, Fafe e Vila Nova de Famalicão.

Sendo assim, é uma ótima opção para bate e volta para quem estiver hospedado em Braga ou Porto. Pois, fica a 25 km de Braga e a 55 km de Porto.

 

Compre seu Seguro Viagem com 5% de desconto com o cupom DECAPRALA5

 

 

 

 

De Porto a Guimarães Portugal

Portanto, como a distância entre Porto e Guimarães, é pequena, fizemos nossa base em Porto, e visitamos a cidade em um domingo.

Infelizmente, no dia escolhido para a visita a Guimarães Portugal, chovia muito. Mas, mesmo assim, enfrentamos a chuva e fizemos nossas visitas.

Afinal, se esconder da chuva em Euro é muito caro…rs.

Mesmo com chuva, a viagem de Porto até Guimarães, foi tranquila, pois as estradas são bem sinalizadas, e pouco movimentadas.

Entre Porto e Guimarães, há dois pedágios, com custo de 3,00 cada um deles.

Estacionar na cidade, também não é fácil, já que várias ruas são fechadas ao trânsito de veículos e a cidade é muito visitada.

Também há parquímetros para parar nas ruas, que não são cobrados aos domingos. E, como o dia estava chuvoso, demos sorte e conseguimos parar na rua, a 4 quadras do Castelo de Guimarães Portugal.

Pelas Ruas de Guimarães Portugal
Pelas Ruas de Guimarães Portugal

 

Guimarães Portugal: O que fazer em 1 dia com chuva

Apesar de toda a chuva que caía em Guimarães, conseguimos manter nosso itinerário e visitar tudo, ou quase tudo, que programamos na cidade.

Apenas, não conseguimos visitar o Monte da Penha e subir de teleférico até lá, mas o restante, conseguimos ver.

Claro, que a chuva atrapalha e incomoda um pouco, principalmente, quando ela não dá trégua. Neste dia, choveu o tempo todo, alguns momentos, apenas uma garoa, mas em outros caía uma chuva bem forte.

Nada, que um guarda chuvas e uma bota impermeável não resolva.

Agora, vou listar os pontos que visitamos, alguns entramos, outros apenas visitamos de passagem.

Estas atrações, estão na ordem que visitamos, assim, ajudará você a programar sua visita.

Paço dos Duques de Bragança

Chegamos a Guimarães em Portugal, por volta de 9h50, e o Paço do Duque abria as 10h00.

Isto foi ótimo, pois fomos dos primeiros turistas a entrar no Paço, e praticamente visitamos todo o complexo sozinhos.

Ou, pelo menos à frente dos outros turistas, o que me deu a oportunidade de fotografar os salões, sem ninguém na frente.

O Paço dos Duques, foi construído entre os anos de 1420 e 1433, após muito tempo de abandono, foi utilizado como quartel militar, durante as Invasões Francesas no século XIX.

Então, foi todo reconstruído e inaugurado em 1959, e a partir desta época, passou a ser residência do Presidente, no norte do país.

Seus salões possuem decoração, móveis e tapeçaria, que fazem os visitantes pensarem que o local ainda é habitado.

Horário de Visitação: Aberto diariamente das 10h00 às 18h00, com última entrada as 17h30. Fechado nos dias 1 de Janeiro, Domingo de Páscoa, 1º de maio e 25 de dezembro.

Ingresso: A entrada para o Paço dos Duques, mais o Castelo de Guimarães e a Igreja de São Miguel, custa 6,00.

Endereço: Paço dos Duques de Bragança, Coordenadas GPS: 41º26’47” N; 08º17’28” O.

Paço dos Duques de Bragança - Guimarães
Paço dos Duques de Bragança – Guimarães

 

Castelo de Guimarães

A visita ao Castelo, foi um pouco mais complicada com a chuva que insistia em cair.

Isto, porquê, o castelo é na verdade constituído de muralhas, por onde você caminha, e tem vistas incríveis, mesmo com chuva, dos arredores. Com apenas, 3 salas, numa torre que fica no centro das muralhas.

Então, tivemos que andar de guarda chuvas o tempo todo. Dentro destas salas há exposições de fotos, desenhos e algumas armaduras.

Porém, é no último andar, que está a parte mais interessante da visita ao Castelo de Guimarães.

Nesta sala, é mostrado um desenho animado, contando toda a história de D. Afonso Henriques, desde seu nascimento, suas conquistas, até sua coroação como primeiro Rei de Portugal.

Muito interessante assistir.

Horário de Visitação: Aberto diariamente das 10h00 às 18h00, com última entrada as 17h30. Fechado nos dias 1 de Janeiro, Domingo de Páscoa, 1º de maio e 25 de dezembro.

Ingresso: A entrada para o Castelo, mais o Paço do Duque, e a Igreja de São Miguel, custa 6,00.

Endereço: O Castelo de Guimarães em Portugal, fica no mesmo terreno que o Paço dos Duques de Bragança, Coordenadas GPS: 41º26’47” N; 08º17’28” O.

Igreja de São Miguel do Castelo

A Igreja de São Miguel do Castelo, foi reconhecida como Monumento Nacional em 1910, é uma igreja em estilo românico.

Nela, foi onde D. Afonso Henriques foi batizado, apesar de já ter sido Capela Real, é uma igreja simples.

Mas, ainda assim, guarda muita história. Feita em granito, com pequenas frestas que deixa um pouco de luz entrar.

Em seu interior, há a pia batismal, uma placa com a explicação sobre os símbolos encontrados na igreja.

Horário de Visitação: Aberta diariamente das 10h00 às 18h00, com última entrada as 17h30. Fechado nos dias 1 de Janeiro, Domingo de Páscoa, 1º de maio e 25 de dezembro.

Ingresso: A entrada para a Igreja de São Miguel, o Castelo, mais o Paço do Duque custa € 6,00.

Endereço: A Igreja de São Miguel, fica entre o Castelo de Guimarães em Portugal e o Paço dos Duques de Bragança, Coordenadas GPS: 41º26’47” N; 08º17’28” O.

Castelo de Guimarães Portugal
Castelo de Guimarães

 

Centro Histórico de Guimarães

Saindo do Castelo de Guimarães Portugal e do Paço dos Duques, siga a esquerda, então, você entrará no centro histórico.

São inúmeras ruelas, com casarios e prédios antigos, capelas, docerias, restaurantes. Parece que você entrou em túnel do tempo.

Uma caminhada pelo Centro Histórico de Guimarães, é um passeio imperdível, mesmo com chuva.

As estreitas ruas da cidade têm várias casas com flores nas janelas, arcos de passagem entre uma construção e outra.

Então, caminhamos até chegar a Praça de São Tiago, com vários casarios antigos, que hoje são bares e restaurantes. Aproveitamos para almoçar por ali.

Igreja Nossa Senhora da Oliveira

Logo após o almoço, continuamos nossa caminhada pelas pequenas ruas de Guimarães. E, a poucos metros da Praça de São Tiago, está a Praça da Oliveira e a Igreja Nossa Senhora da Oliveira.

Esta igreja foi fundada em 949, pela Condessa de Mumadona, em estilo gótico, também era protegida pelo Castelo de Guimarães.

E bem em frente a igreja há a Liteira Gótica, também uma construção em estilo gótico.

Horário de Visitação: Aberta de segunda-feira a sábado, das 8h30 às 12h00 e das 15h30 às 19h30. Aos domingos aberta das 9h00 às 13h00 e das 17h00 às 20h00.

Ingresso: Entrada gratuita.

Endereço: Largo da Oliveira, 8 – Guimarães Portugal.

Igreja Nossa Senhora da Oliveira - Guimarães
Igreja Nossa Senhora da Oliveira – Guimarães

 

Praça de São Thiago

Um local onde estão instalados vários bares e restaurantes, em casas antigas, ao redor da praça.

Além disso, no centro dela, ficam várias mesas onde você pode confraternizar e admirar as belezas do lugar.

Ótima opção para um pequeno descanso de sua caminhada e poder aproveitar melhor as belezas da região.

Largo da República do Brasil

Um lindo jardim, muito bem conservado, e todo desenhado com arbustos e flores coloridas.

Logo em seu início, há uma fonte, e ao final do largo está a Igreja de São Gualter.

Em frente ao Largo da República do Brasil, estão a Capela Senhora da Guia e a Capela Senhor dos Passos.

Igreja de São Gualter ou Nossa Senhora da Consolação e Santos Passos

Inicialmente, era apenas uma pequena capela que foi construída em 1576. Então, em 1785 é erguida a nova Igreja.

Em estilo barroco, a igreja com suas torres chama a atenção, por sua presença imponente no final dos largos da República do Brasil e de São Gualter.

Horário de Visitação: Aberta de segunda-feira a sábado das 7h30 às 12h00 e das 15h00 às 17h00. Domingos das 7h30 às 12h00.

Ingresso: Entrada gratuita.

Endereço: Largo da República do Brasil.

Igreja de São Gualter - Guimarães
Igreja de São Gualter – Guimarães

 

Convento de Santo Antonio dos Capuchos

O Convento de Santo Antonio dos Capuchos em Guimarães Portugal, foi construído no século XVII e comprado pela Misericórdia em 1842, tornando-se um hospital.

Porém, para preservação do patrimônio histórico e cultural, em 2008 foi criado pela Santa Casa de Misericórdia, o Percurso Museológico do Convento.

Sendo assim, os visitantes têm a oportunidade de conhecer os claustros, além da sacristia e igreja do Convento.

Este foi um dos pontos que não consegui visitar, infelizmente.

Horário de Visitação: Aberto diariamente das 10h00 às 17h00.

Ingresso: Entrada custa 2,00.

Endereço: Rua Dr. Joaquim de Meira, na rua em frente ao Paço dos Duques, a 50 metros de distancia.

Ir de teleférico até a Penha

Construído em 1995, faz o transporte dos moradores de Guimarães Portugal e turistas de todo o mundo, até o Morro da Penha.

Este morro é considerado um santuário natural, pois possui muitas espécies de árvores, conjunto de rochas e uma vista linda da região.

Além disso, no Morro da Penha também está localizado o Santuário de Nossa Senhora do Carmo da Penha.

O local também conta com, mini-golfe, restaurantes, hotéis, bares, parque de campismo e outros atrativos.

Vale muito uma visita, infelizmente, como estava chovendo, não conseguir subir, mais um motivo para voltar a Guimarães, uma cidade encantadora.

Horário de Funcionamento: Os horários variam muito durante o ano, normalmente aberto diariamente, durante horário de verão, de 10h00 à 18h30. Fechado no dia 25 de dezembro. As partidas ocorrem a cada 30 minutos.

Ingresso: Viagem ida e volta 7,50, somente ida € 4,00.

Endereço: Estação das Hortas, Rua Aristides Sousa Mendes, nº 37, são 10 minutos de caminhada a partir do Centro Histórico.

Capelas Senhora da Guia e Senhor dos Passos
Capelas Senhora da Guia e Senhor dos Passos

 

Onde comer em Guimarães

Na cidade de Guimarães em Portugal, aproveitei para experimentar a Sardinha na Brasa, que também é um prato típico português.

A sardinha é um peixe de sabor mais forte, mas bastante saboroso, a sardinha é servida com pimentões também feitos na brasa. Batatas e bastante azeite.

Paraxut Restaurante: Localizado na Praça de São Tiago, fica no número 19, logo no início da praça. A comida é muito bem preparada e o vinho da casa é muito bom. Comemos a Sardinha na Brasa e um Salmão, tomamos uma taça de vinho, sangria e duas sobremesas, tudo ficou por 37,50.

Preço justo pelo que foi servido e a qualidade da comida e bebida, mas normalmente procuramos manter o valor da alimentação para duas pessoas, por dia em € 50,00.

 

Seguros Promo

 

Ruas de Guimarães Portugal
Ruas de Guimarães Portugal

 

Dica para fazer bate e volta até Guimarães

Esta visita a Guimarães Portugal, foi excelente, uma cidade que me fez viajar no tempo e ter a impressão de estar vivendo a era medieval.

Só faltaram as roupas típicas da época.

Já que, optamos por fazer algumas cidades como base, e a partir daí, conhecer cidades ao redor, alugamos um carro.

Isto, nos deu maior agilidade e independência para conhecer a cidade com calma, em nosso ritmo, nada de correrias.

Para isso, utilizamos a plataforma da RentCars para alugar o carro em Portugal. Pegamos o carro no aeroporto de Lisboa, e de lá começamos nosso roteiro.

Sendo assim, caso queira fazer a cotação de um carro para sua próxima viagem, basta utilizar este link para acessar a RentCars. Uma plataforma totalmente segura, que mostra um comparativo de todas as locadoras existentes em seu destino.

Onde se hospedar em Guimarães

Conforme contei no início do texto, fiz bate e volta a partir de Porto para visitar Guimarães.

Porém, farei a indicação de dois hotéis que seriam as opções que eu utilizaria, verificando qualidade, bons comentários e notas a partir de 7,5.

Casa dos Pombais: Este Bad & Breakfast, fica a 600 metros de distância do Centro Histórico de Guimarães em Portugal. Portanto, uma ótima opção, para realizar este roteiro andando. Inclusive, ele conta com estacionamento, o que facilita guardar o carro e economizar com estacionamentos.

Hotel Mestre de Avis: Outra opção próxima ao Centro Histórico, também com estacionamento incluído. Também, ajudará na realização deste roteiro andando.

A partir dos links que coloquei acima, é possível também buscar outras opções que atendam melhor suas necessidades.

Praça de São Tiago - Guimarães Portugal
Praça de São Tiago – Guimarães Portugal

 

Dicas sobre internet em sua viagem

Viajar para fora do país, sempre causa alguns problemas quando o assunto é conexão com a internet.

Todos gostamos de ficar conectados com nossas famílias e amigos. Além disso, ter a possibilidade de postar as fotos dos destinos nas redes sociais, também é um desejo.

Sem contar, que estando conectado o tempo todo em sua viagem, você poderá consultar seu roteiro personalizado, seguir rotas em mapas e pesquisar mais informações sobre o seu destino.

Mas, usar o roaming do celular vai gerar um custo alto, ou depender da internet wifi dos hotéis e restaurantes nem sempre resolve a situação.

Uma sugestão, é levar o chip internacional aqui do Brasil, e já chegar conectada no destino. Eu sempre compro um chip de celular aqui e levo comigo.

É super prático, basta desligar o celular durante o voo e trocar os chips. Quando ligar novamente o aparelho, ele já estará conectado.

Lembrando que, mesmo que seu aparelho seja de duplo chip, retire o chip de sua operadora.

Então, basta ligar novamente o aparelho, acionar o sistema de roaming, para que, ele passe a funcionar normalmente.

Além disso, seu whats app permanecerá com seu número de telefone do brasil, sendo assim, você poderá continuar utilizando seus contatos.

Pelas Ruas de Guimarães
Pelas Ruas de Guimarães

Informações sobre Segurança para sua Viagem

Um ponto importante em que se deve pensar na programação de sua viagem, é com a segurança e saúde de todos.

Desta forma, é aconselhável contratar um Seguro Viagem Internacional. Pois, não temos como prever se teremos algum imprevisto de saúde na viagem.

Então, é melhor prevenir, que arcar com um custo elevado por causa de algum problema de saúde durante. Normalmente os hospitais e consultas médicas fora do Brasil são caríssimos.

Conheço casos de amigos que tiveram custos em torno de 25.000,00 Euros com despesas médicas, por não terem um seguro.

Portanto, investir menos de R$ 200,00 para evitar problemas, é bastante razoável. Sem contar, que o seguro viagem internacional tem várias outras coberturas além da parte médica.

Os contratos preveem despesas com cancelamento e atraso de voos, extravio de bagagem, traslado e viagem de familiar para apoio, entre outros imprevistos.

Outra dica importante: sempre deixe copias de seu contrato de seguro viagem com algum familiar no Brasil. Deixe em destaque os números de contato, caso seja necessário acionar o seguro, em ambas as copias.

Tenha também seus contratos salvos no celular, em um e-mail que você consiga acessar facilmente. Leve estes documentos, e os comprovantes de hospedagem, passagem de retorno, também impressos. Inclusive durante a viagem, em sua bagagem de mão, caso seja solicitado na imigração.

Para contratar um seguro viagem, você pode utilizar a plataforma da SegurosPromo, um parceiro do Viagens de Cá pra Lá.

Uma plataforma totalmente segura, onde você encontrará um comparativo de várias seguradoras, com os melhores custos benefícios.

E com o cupom DECAPRALA5, você consegue um desconto de 5% em qualquer plano. Além disso, pagando em boleto, terá mais 5%. E aproveite sua viagem, com toda segurança e conforto.

Indicação de Passeios em Guimarães

Todos os passeios que indiquei neste texto, são possíveis de conhecer caminhando pelas ruas de Guimarães Portugal.

Porém, caso você não tenha disposição para caminhadas, ou mesmo tenha dificuldades de locomoção, é possível comprar o tícket para o Ônibus Turístico de Guimarães, basta clicar no link que deixei aqui.

A sugestão dada aqui é um bate e volta a partir do Porto, mas caso você não esteja de carro alugado, também é possível comprar um tour que leva até Guimarães.

Independentemente, da forma como escolher chegar a Guimarães, o importante é ir até a cidade, que é um lugar maravilhoso. Repleto de história, cantinhos, ruelas, castelo, simplesmente um sonho.

Conclusão

Guimarães em Portugal, é uma cidade medieval, que possui um Palácio de Duques, um Castelo Medieval e muita história.

Pois, foi ali que Dom Afonso Henriques conseguiu a Independência do país português. Suas ruas estreitas, revelam a cada passo um pedacinho desta história.

Perder-se por Guimarães, é sem dúvida um mergulho à época medieval, é parecer pertencer a todos aqueles fatos históricos que aprendemos nos livros.

Quando fiz as buscas sobre a cidade de Guimarães para meu roteiro, pesquisei no blog Turista Profissional, da Catarina, que ótimas informações sobre Portugal.

Este roteiro por Guimarães Portugal, abrange todas as atrações da cidade, mesmo aquelas que infelizmente não consegui visitar. Espero que este texto, ajude você a montar sua viagem. Caso, tenha dúvidas ou sugestões, deixe aqui embaixo. Gostou destas dicas? Então, siga o blog no Facebook, Instagram e Pinterest para saber mais novidades. Até o próximo post.

8 Responses

  1. Ruthia Portelinha

    Fico feliz por ter gostado da minha cidade, um dia que volte guio-a através dos seus restantes segredos. Ficou por conhecer a cantarinha dos namorados, os doces tradicionais (e onde é o melhor lugar para os comprar), a Casa da Memória e um restaurante menos turístico. Das igrejas, o interior mais bonito é a de S. Pedro.

    • Alessandra Lima

      Olá Ruthia,
      Adorei sua cidade, é linda.
      Quero mesmo voltar e conhecer com mais detalhes.
      Obrigada pelas informações de outros passeios.
      Abraço,
      Alessandra.

  2. Martinha

    Amei Guimarães. Uma das cidades mais fofas de Portugal.. fizemos o mesmo roteiro, só não andei de teleférico até a Penha. Só por isso, já quero voltar =)

    • Alessandra Lima

      Olá Martinha,
      Pois é, também não subi o teleférico por causa da chuva.
      E também já quero voltar, adorei Guimarães.
      Obrigada por comentar.
      Abraço,
      Alessandra.

  3. Fernanda Scafi

    Adorei rever Guimarães aqui! Não lembro muita coisa pq essa viagem foi em 2001 rs, mas a principal lembrança da cidade é que eu conseguia ver o castelo da janela do meu quarto de hotel! AMEI acordar com aquela vista!!! Adoro conhecer cidades históricas como Guimarães!

    • Alessandra Lima

      Oi Fernanda,
      Guimarães é linda e cheia de história, o Castelo é maravilhoso.
      Imagino a emoção de ve-lo todas as manhãs pela janela.
      Obrigada por comentar.
      Abraço,
      Alessandra.

  4. Leo Vidal

    Queria ter incluído Guimarães em meu roteiro pelo norte de Portugal, mas não consegui. Bom saber que tem o que fazer na cidade mesmo em um dia de chuva.

    • Alessandra Lima

      Olá Leo,
      A cidade tem muitas atrações, e a chuva incomoda um pouco, mas dá pra fazer os passeios mesmo assim.
      Obrigada por comentar.
      Abraço,
      Alessandra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *