O que fazer em Paraty além do clássico Centro Histórico

postado em: Paraty | 2

Paraty é uma cidade com um misto de história, belezas naturais, cultura e praias. Por ali é possível passar um mês inteiro e ainda não conseguir descobrir tudo o que tem para fazer em Paraty. Além da natureza exuberante que a cidade apresenta também há inúmeros eventos culturais que acontecem periodicamente.

O mais famoso deles é a FLIP, Festa Literária Internacional de Paraty, que sempre movimentou milhares de pessoas pela cidade. Em 2022 esta festa entra em sua 20º edição, em 2021 ela foi realizada de forma virtual, devido a pandemia do Corona vírus. Além deste, existem inúmeros outros eventos que vão de Festival Gastronômico a Disputas de Remo.

Mas precisamos aguardar para podermos festejar toda esta cultura com mais segurança. Então, vamos falar um pouco mais sobre Paraty, vem comigo!

 

Leia também:

Praias de Ubatuba;

Pontos turísticos do Rio de Janeiro;

Pontos turísticos de São Paulo

 

Roteiro de Viagem Personalizado

 

 

Ruas com Portas coloridas - O que fazer em Paraty
Ruas com Portas coloridas – Paraty

 

Um pouco sobre a História de Paraty

A parte histórica de Paraty vem do período do descobrimento, época em que a cidade foi um polo bastante importante para o escoamento do ouro levado para Portugal. Parte desta história pode ser vista em suas construções do Centro Histórico.

Porém, com a construção do novo caminho da Estrada Real que levava diretamente ao Rio de Janeiro, Paraty entrou em uma crise econômica na época. Desta forma, foi somente na década de 1970, com a abertura da estrada Paraty-Cunha e principalmente da Rodovia Rio-Santos, que a cidade se tornou uma estância turística.

A cidade nasceu em 1667, com a construção da igreja Nossa Senhora dos Remédios, a padroeira de Paraty. Nesta época também, Paraty era um grande centro econômico devido a produção de Cana de Açúcar. A cidade chegou a ter 250 engenhos de cana, sendo conhecida como a produtora da melhor cachaça brasileira. 

Hoje, com a preservação do centro histórico, sua diversidade natural, a cultura e seus alambiques, o que não falta são opções do que fazer em Paraty. Então, vem comigo conhecer mais sobre as atrações da cidade.

 

 

Como chegar e se locomover em Paraty

Para chegar a Paraty, caso você esteja em outros estados do País, a melhor opção é pegar um voo até o Rio de Janeiro, ou até São Paulo. Isso porque, apesar da cidade pertencer ao Rio de Janeiro, ela faz divisa com a capital Paulista, desta forma tem praticamente a mesma distância entre as duas capitais.

É importante reservar sua passagem com pelo menos 2 ou 3 meses de antecedência, para assim conseguir as melhores tarifas. Neste link você pode fazer a busca de sua passagem aérea.

A partir do Rio de Janeiro, a distância é em torno de 260 km pela Rodovia Mário Covas ou pela Rodovia Presidente Dutra e terminando o trajeto pela Rio Santos. Já saindo de São Paulo, a distância fica em torno de 270 km, e a viagem pode ser realizada pela Rodovia Ayrton Senna e Mário Covas, ou também pela Dutra, finalizando pela Rio-Santos.

Você pode alugar um carro tanto no Aeroporto de São Paulo quanto do Rio de Janeiro, neste link você pode comparar os melhores valores de locação.

 

Ruas Floridas - Paraty
Ruas Floridas – Paraty

 

Outra possibilidade para chegar a Paraty é fazer sua viagem de ônibus, a partir do Rio de Janeiro existe a empresa Viação Costa Verde. Ela oferece saídas diárias, a cada uma hora durante a madrugada, a partir das 4h00 até às 12h00, e no período da tarde a cada duas horas até às 21h00.

Porém, se sua escolha for partir de São Paulo, a empresa que oferece ônibus até Paraty é a Viação Reunidas, com partidas diárias nos horários das 08:00, 10:00, 12:15, 16:00, 22:00 e 22:40.

Para andar por Paraty, principalmente nos arredores do Centro Histórico, a melhor opção é caminhar. Tendo assim, a possibilidade de conhecer a cidade com calma e com detalhes, também porque na parte histórica não é permitido entrar de carro.

Seguros Promo

O que fazer em Paraty – Passeios Clássicos

A cidade de Paraty já é bem conhecida dos paulistanos, eu mesma já estive na cidade diversas vezes, e não canso de visitá-la. Sempre é possível encontrar um cantinho novo para conhecer.

Quem vai pela primeira vez a Paraty, normalmente faz seus passeios pelo Centro Histórico, que é o que desperta maior curiosidade nas pessoas, porque o lugar é realmente lindo. Então, vamos começar estas dicas sobre o que fazer em Paraty falando sobre os passeios mais clássicos.

 

Centro Histórico de Paraty

O Centro Histórico da cidade oferece muitas opções do que fazer em Paraty, por ali estão espalhados restaurantes, lojas de artesanatos, produtos típicos, galerias e muito mais. Sem contar, que apenas a oportunidade de andar por aquelas ruas, onde podemos imaginar que parte de nossa história aconteceu, é uma experiência extraordinária.

Além das casas coloniais com portas coloridas e paredes brancas, que são um charme, o Centro histórico de Paraty também tem inúmeras igrejas com muita história para contar e suas casas são repletas de simbolismos.

Neste outro texto que escrevi sobre Paraty, você encontrará todas as possibilidades de pontos turísticos da cidade em detalhes. Você conhecerá a Casa da Cultura, O Teatro de Bonecos, o Armazém e Museu da Cachaça, suas inúmeras Igrejas  e muito mais.

 

Casas que as colunas de pedras foram o triângulo Maçon - Paraty
Casas que as colunas de pedras foram o triângulo Maçon – Paraty

 

City Tour – Free Walking Tour em Paraty

Quando estive em Paraty pela última vez, em setembro de 2021, aproveitei para conhecer melhor a história da cidade. O city Tour é uma boa opção para conhecer em detalhes o Centro Histórico, eu fiz o Free Walking Tour com o João, que faz parte da Piratii Associação de Guias de Turismo.

Este passeio não tem uma cobrança fixa, mas os turistas fazem uma contribuição espontânea para o guia. O João nos mostrou vários detalhes nas casas coloniais, que são símbolos da Maçonaria. Estes símbolos eram usados para que os membros que chegavam à cidade, soubessem onde poderiam buscar apoio na cidade.

O Free Walking Tour pelo Centro Histórico de Paraty me ensinou muito sobre a cidade. É um passeio de mais ou menos 1h30, uma ótima oportunidade para tirar fotos das construções coloniais e conhecer sua história.

 

Casarão decorado com Abacaxis, que eram símbolo de riqueza - O que fazer em Paraty
Casarão decorado com Abacaxis, que eram símbolo de riqueza – Paraty

 

Praias em Paraty

Como opção do que fazer em Paraty, a cidade oferece também inúmeras praias, algumas dentro da cidade, outras um pouco mais longe e outras ainda que só podem ser acessadas de barco. Vou mostrar a você algumas destas praias, que conheci em algumas das visitas que fiz à cidade.

Também vou deixar o link do texto que fiz, falando sobre algumas praias e cachoeiras que existem na cidade. Nele você encontrará cada uma delas com detalhes de como chegar. Então, vamos conhecer as praias. 

 

Praias do Centro de Paraty

Paraty tem ao menos duas praias que estão localizadas dentro da cidade, uma delas fica ao lado do centro histórico, a outra um pouco mais distante. Abaixo, vou mencionar um pouco sobre elas e no link que deixei aqui em cima, você poderá ler mais.

 

Praia do Pontal

A Praia do Pontal está localizada dentro da cidade de Paraty, ela fica logo após a ponte que passa sobre o rio, próximo a Igreja Matriz da cidade. Esta praia não é própria para banho, mas ao seu redor você encontrará vários quiosques, bares e restaurantes.

É nesta praia que acontece a queima de fogos durante a comemoração de Ano Novo, quando não havia pandemia. Ali é arrumado um palco, onde acontecem também shows de cantores da região.

 

Praia de Jabaquara

A praia de Jabaquara também fica bastante próxima ao Centro Histórico de Paraty, inclusive ela tem uma junção com a Praia do Pontal. Ela também não é própria para banho, mas é bastante extensa, e tem vários quiosques, restaurantes e hospedagens ao redor.

Esta praia é mais bonita, com águas mais azuis, apesar de escuras, vale a pena dar uma caminhada pela orla e comer algo, por ali. Uma ótima opção para aqueles dias mais nublados que não dá ânimo para ir à praia.

 

Ilha do Algodão
Ilha do Algodão

 

Praias de Paraty para visitar de barco

O passeio de escuna é uma ótima opção do que fazer em Paraty, pois dá a possibilidade de conhecer várias praias em um único dia. Claro que a visita é mais rápida, as paradas são de mais ou menos 40 minutos em cada lugar.

Mas é um passeio diferente, que tem uma boa estrutura a bordo, com banheiro, bar para petiscos e bebidas e almoço. Fiz dois passeios de escuna em Paraty, um deles com a agência Banzay e outro com a Soluções Paraty. 

Abaixo você encontrará as praias por onde passei nestes passeios.

 

Ilha dos Cocos

Esta ilha é uma propriedade particular, então não é possível entrar, mas a beleza da ilha vista do barco e a cor da água é uma visão extraordinária. Neste ponto, o barco faz uma parada, sempre em torno de 30 a 40 minutos.

A parada é um convite para dar um mergulho nestas águas cristalinas e ficar flutuando e relaxando. Sem contar ficar admirando a vista maravilhosa da ilha, o céu azul e o mar. No dia deste passeio o tempo estava nublado e quando cheguei a este ponto o céu abriu. Um presentinho do Universo. 

 

Praia Vermelha

Praia vermelha é possível chegar a areia nadando, o barco para a uma distância pequena da praia e você pode usar o espaguete para chegar até ela, algumas escunas oferecem barco auxiliar. Esta praia tem uma faixa pequena de areia, com algumas pedras o que dá um visual bem bonito para o lugar.

As águas desta praia são esverdeadas e também muito transparentes, para quem não quer ficar na areia, também é possível apenas dar uns mergulhos no mar. Ou então, aproveitar a paisagem a partir do barco. 

 

Ilha dos Cocos - O que fazer em Paraty
Ilha dos Cocos – Paraty

 

Praia da Lula

A Praia da Lula é bem pequena também, com muitas pedras, que formam umas piscinas e é possível aproveitar o sol dentro da água. Também é possível ver alguns peixes nadando ao redor e a paisagem da praia rodeada de pedras é bastante bonita.

A parada neste ponto também é em torno de 30 minutos. 

 

Ilha do Algodão

Outro ponto de parada é a Ilha do Algodão, também com águas cristalinas e muitas pedras ao redor. Neste ponto também a parada é para mergulho, pois não há faixa de areia, mas a paisagem é linda.

O mar é bem tranquilo, quase uma piscina, assim é possível nadar, flutuar com espaguete e relaxar. 

 

Praia do Engenho

A praia do engenho conheci no passeio que fiz com a Banzay, é uma praia pequena, com muitas pedras, água cristalina e muito azul. Nesta praia, existe uma pequena trilha que leva a uma cachoeira. Mas que é apenas para contemplação, pois não tem poço para mergulho, vale a pena a caminhada, que é bem curta.

Admirar as belezas destes lugares é um presente da vida, a melhor maneira de aproveitar os dias de descanso. 

 

Saco da Velha

O Saco da Velha é uma praia com faixa de areia pequena, muitas pedras e também muito verde ao redor. As pedras na orla da praia formam piscinas na maré mais baixa, que são muito boas para um banho refrescante.

A região de Paraty e suas praias são de grande beleza, sempre com águas cristalinas que deixam ver o fundo. Ornamentadas com pedras que é algo que gosto muito e também com muitas árvores. 

 

Saco do Mamanguá

O Saco do Mamanguá é conhecido como um Fiorde Tropical, um braço do mar que é todo cercado por montanhas, o que torna o mar bem mais calmo. Fiorde é algo que existe muito na Europa, em países como Nova Zelândia e Dinamarca, que é formado pela água do degelo das montanhas após o inverno.

No Saco do Mamanguá há a Praia do Cruzeiro, com uma grande faixa de areia e uma das montanhas abriga o Pico do Pão de Açúcar, que falarei mais a frente. O lugar é muito bonito, a visão daquelas montanhas e aquela imensidão de água é emocionante. 

 

Praias de Paraty para visitar de carro

Praias são o que não faltam na cidade histórica de Paraty, todas com muita beleza. Uma curiosidade sobre as praias mais próximas à cidade, é a temperatura da água. Ao menos no final do ano, as águas são mornas, quase quentes, achei bem interessante.

Como opções do que fazer em Paraty, existem algumas praias mais distantes que precisam ser visitadas de carro ou mesmo com alguma agência de turismo da cidade. Abaixo deixarei as praias que conheci e algumas instruções de localização Mas no post sobre as praias e cachoeiras de Paraty você encontrará informações completas.

 

Paraty Mirim

A praia de Paraty Mirim é uma pequena vila de Paraty, onde saem barcos menores que podem ser contratados para passeios na região. Esta praia tem uma grande extensão de areia e um rio de água doce que a corta em duas partes.

Além disso, há um grande estacionamento, algumas lanchonetes, porém é possível levar um lanchinho e outras guloseimas. Ali é possível tomar um banho de mar, depois tirar o sal na água doce do rio, o que para mim faz toda a diferença. 

Quando a maré está baixa é possível chegar ao canto esquerdo da praia, com águas ainda mais cristalinas, com pedras e onde dá para ver muitos peixes. Esta praia é surpreendente, apesar de ser um pouco mais cheia, o canto esquerdo costuma ser mais tranquilo.

Esta praia fica na estrada Rio-Santos, sentido São Paulo, parte do caminho é feito em estrada de chão, mas é bem conservada.

 

Praia de Iriri

A Praia do Iriri também fica na estrada Rio-Santos, mas sentido Rio de Janeiro, no km 548. Ela também conta com estacionamento logo na beira da estrada. Para chegar à praia, é preciso fazer uma pequena trilha, são uns 10 minutos de caminhada.

Esta praia tem uma faixa de areia bem estreita, o mar é bem raso e com muitas pedras do lado esquerdo, o que dá todo um charme a ela. Além do detalhe das pedras, a praia também é toda arborizada, o que ajuda a ter um refresco do sol. 

 

Praia de São Gonçalo

Também localizada na Rio-Santos, sentido Rio de Janeiro, fica um quilômetro antes da Praia de Iriri, no km 547. Ela também oferece estacionamento que fica na beirada da estrada. Para chegar à praia o acesso também é feito por trilha, onde há inclusive uma ducha para tirar o sal antes de ir embora.

A trilha é toda arborizada o que facilita a caminhada, e a praia também tem muitas árvores ao redor. Esta praia é mais simples, com uma faixa de areia bem mais extensa e mais larga e com muita sombra. 

A água ali é mais fria, e por ter muito verde em volta, também tem muitos mosquitos, portanto, não esqueça o repelente. A partir desta praia é possível pegar barcos para chegar à Ilha Comprida e à Praia do Pelado.

 

Praia de São Gonçalo
Praia de São Gonçalo

 

Praia Barra do Corumbê

A praia Barra do Corumbê também fica na estrada Rio-Santos sentido Rio de Janeiro, fica bem próxima a cidade de Paraty, cerca de 8 km de distância. Na entrada da praia há um estacionamento que também é usado por uma pousada que existe no local.

Para chegar até a praia é feita uma caminhada curta, cerca de 5 minutos. Com faixa de areia bem larga a Praia Barra do Corumbê tem muitas árvores ao redor. As águas não têm aquela tonalidade azul típica das outras praias, é tranquila e morninha.

 

Cachoeiras em Paraty

A região onde Paraty está localizada é muito privilegiada por ter muitos parques de preservação da natureza. Isso torna a região muito rica em locais com muito verde e também quedas d’água.

A cidade de Paraty tem ao seu redor o Parque Nacional da Serra da Bocaina, a Reserva Ecológica da Joatinga, a APA (Área de Proteção Ambiental) de Cairuçú, a Área de Lazer Paraty-Mirim e a APA da Baía de Paraty, além disso, faz divisa com o Parque Estadual da Serra do Mar.

Desta forma, outra opção do que fazer em Paraty é conhecer as diversas cachoeiras que existem na região. Agora vem comigo conhecer algumas destas cachoeiras.

 

Cachoeira do Tobogã - O que fazer em Paraty
Cachoeira do Tobogã – Paraty

 

Cachoeira do Tobogã

Esta cachoeira fica em um trecho da Estrada Real, mais precisamente no Circuito do Caminho do Ouro. Formada por algumas quedas d’água, que formam dois poços para banho, e com muitas formações rochosas em volta.

Uma destas rochas é o tobogã, que dá nome a esta cachoeira, uma grande pedra em formação curva onde é possível sentar e escorregar até o segundo poço formado pela cachoeira. É um lugar realmente muito bonito, com muito verde ao redor e com águas limpas e transparentes. 

 

Cachoeira de Iriri

A Cachoeira do Iriri fica do outro lado da estrada, onde está a Praia de Iriri, você pode deixar o carro no estacionamento e aproveitar os dois lugares. Para chegar a cachoeira é preciso fazer uma trilha rápida, no máximo 10 minutos.

Pelo caminho você pode ir apreciando as árvores, bromélias e aves que vai encontrando. E ao final da caminhada a linda queda d’água formada por rochas em vários níveis com grande quantidade de água que forma um poço delicioso para nadar.

 

Cachoeira Poço da Laje

A entrada para esta cachoeira fica bem próximo a entrada da cidade, na estrada Rio-Santos sentido São Paulo. A estrada de acesso a ela fica atrás do ponto de ônibus, uma moradora que estava no ponto ajudou a acharmos o lugar.

O caminho para esta queda d’água é de chão batido, são 8 km de distância a partir do centro da cidade. Para chegar até ela, basta colocar no GPS Poço da Laje. Ela possui um poço para nadar e por ser mais próxima e de fácil acesso está sempre com bastante movimento.

 

Cachoeira do Iriri
Cachoeira do Iriri

 

Cachoeira Poço das Andorinhas

A Cachoeira Poço das Andorinhas fica um pouco depois do Poço da Laje, cerca de 2 km à frente. Ela é formada por muitas pedras, com uma faixa de água mais estreita, com muitas árvores em volta.

Esta cachoeira estava mais vazia, assim foi mais fácil aproveitar a água, ambas são muito bonitas e vale a pena a visita.

Passeio de escuna em Paraty

O passeio de escuna é uma opção bem legal do que fazer em Paraty, pois dá a oportunidade de conhecer várias praias em um único passeio. Nestes passeios é possível visitar lindas praias que não são acessíveis de carro.

Além disso, estas embarcações oferecem, geralmente, ótima infraestrutura com petiscos, bebidas e refeições, além de banheiros femininos e masculinos. O tempo de parada nas praias não é muito longo, em torno de 30 a 40 minutos, mas é possível se divertir bastante.

Sem contar, que ter a possibilidade de mergulhar no mar em águas mais calmas é uma experiência muito boa. 

 

O que fazer em Paraty – Passeios diferentes

No início do texto eu coloquei para vocês os passeios mais tradicionais como opção do que fazer em Paraty. Mas existem outras opções de atrações que não são tão conhecidas assim. Eu mesma fiquei surpresa ao conhecê-las.

Estes passeios são tanto para quem gosta de aprender coisas novas, como também para quem gosta de trilhas e aventuras. Também pode ser uma opção para alternar com a visita às praias.

Fazenda Bananal

Este passeio foi bastante surpreendente e bem interessante, eu nunca tinha ouvido falar da Fazenda Bananal. Esta fazenda é do período colonial, e foi totalmente revitalizada e hoje, além de ser um ponto turístico, oferece produtos produzidos ali mesmo, pelo método de agrofloresta.

A visita à Fazenda Bananal é uma excelente opção do que fazer em Paraty também para quem tem crianças, pois os guias mostram várias formas de criação de animais, abelhas, plantações e até mesmo formas de construção ecológicas.

Além de todo este aprendizado, também é possível agendar um delicioso café da manhã na fazenda, assim como almoçar por lá. Os pratos servidos no restaurante são elaborados com produtos cultivado na fazenda, e no café da manhã são servidos queijos e frutas também produzidos ali.

 

Fazenda Bananal - Paraty
Fazenda Bananal – Paraty

 

Trilha do Pico do Pão de Açúcar

Outra opção do que fazer em Paraty, e que vai agradar quem gosta de aventura, é a trilha do Pico do Pão de Açúcar, que é a subida de um dos picos existentes ao redor do Saco do Mamanguá.

Do topo desta montanha é possível ter uma vista linda do Saco do Mamanguá. A subida não é fácil, são em torno de 1,6 km, uma distância pequena, porém é uma subida íngreme que leva a altitude de 425 metros.

Portanto, é uma caminhada bastante difícil, com muitos degraus, é preciso ter um mínimo de condicionamento físico, para não colocar em risco sua saúde. Algo bastante importante, é procurar informações sobre a previsão de chuvas, mas principalmente previsão de ventos.

Quando estive no Pico do Pão de Açúcar, houve uma forte ventania, que foi algo bastante preocupante. A força do vento era tal, que não era possível ficar em pé sobre o pico. Para descer foi preciso sentar no chão e fazer o trajeto na pedra engatinhando. 

A maior parte da trilha é feita em meio às árvores, o que ajuda, já que dá um alívio do sol. Porém, descer por lá com o vento forte é um pouco assustador, as árvores chacoalham muito.

Para chegar até a trilha, é preciso pegar uma lancha pequena que sai da praia de Paraty Mirim. Numa viagem de cerca de 20 minutos chega-se à Praia do Cruzeiro, que é onde fica o início da trilha. Essa parte do passeio fiz com o Gil, que é uma pessoa muito responsável e de confiança, caso queira falar com ele para seu passeio, este é o telefone (24) 99982-3465.

 

Saco do Mamanguá - Paraty
Saco do Mamanguá – Paraty

 

Cuidados durante as trilhas

Sempre que for fazer uma trilha é importante ter cuidados com sua integridade física, assim como com a preservação do ambiente que você está visitando. Então, deixarei aqui algumas indicações de providências para sua segurança e melhor aproveitamento do passeio.

  1. Respeite a indicação de contratação de guia nas trilhas, pois esta indicação é feita para sua segurança;
  2. Sempre que for fazer um passeio em meio à natureza, deixe alguém que não esteja com você avisado do seu trajeto e possíveis horários de início e finalização;
  3. Leve sempre água, lanches e lanterna;
  4. Também é importante levar protetor solar e repelente, além de usar um calçado bem preso aos pés, como tênis ou bota de trekking;
  5. Procure se informar sobre as condições do tempo, tanto para chuvas, quanto para ventos;
  6. É recomendado fazer as trilhas sempre em companhia de outra pessoa, principalmente para as mulheres;
  7. Mesmo que o local não indique a contratação de guia, mas você não se sinta a vontade de fazer a trilha sozinha, não deixe de ir, contrate alguém especializado;
  8. Faça a contratação de um seguro viagem, que também tem a opção para destinos dentro do Brasil, desde que esteja a pelo menos 100 km de sua residência, você pode fazer um comparativo das opções de seguro por este link.

 

Circuito Caminho do Ouro – Estrada Real

A Estrada Real já é um passeio turístico bastante conhecido, principalmente para quem gosta de turismo mais rústico. Assim, em Paraty, uma possibilidade do que fazer na cidade é conhecer um trecho da antiga Estrada Real.

Este passeio é uma caminhada de mais ou menos 3,6 km, com nível fácil, sem muitas subidas e que dura em torno de 3 horas. Este passeio só pode ser feito com o apoio de um guia, eu usei o serviço do Rodrigo, da Paraty Explorer e foi excelente.

Durante o percurso o guia conta a história da construção daquele trecho da Estrada Real, assim como um pouco sobre a história da cidade de Paraty. É uma oportunidade de ver belezas naturais e adquirir novos conhecimentos sobre a história do Brasil e também sobre botânica.

 

Passaporte Estrada Real

Este não foi o primeiro trecho da Estrada Real pelo qual já passei, mas até esta viagem que fiz com a Lidiane do blog Partiu Viajar Blog, eu não sabia como conseguir meu Passaporte da Estrada Real. Ela explica em detalhes neste post como conseguir e carimbar seu passaporte da Estrada Real.

Mas basicamente, basta visitar um ponto de apoio turístico na cidade por onde a Estrada Real passa. Então, você faz o cadastro no site do Instituto Estrada Real e com o código que receberá no e-mail que cadastrou, ir até o ponto de apoio turístico, retirar seu passaporte e pedir seu carimbo.

A partir daí, toda vez que passar por um trecho da Estrada Real, você pode procurar na cidade o ponto para carimbar. Cada carimbo possui um desenho específico representando a cidade.

 

Marco da Estrada Real - Paraty
Marco da Estrada Real – Paraty

 

Alambique de Cachaça em Paraty

Existem inúmeras opções de alambiques de cachaça para serem visitados em Paraty, ainda não consegui visitar todos. Mas quando fiz a trilha do Caminho do Ouro, aproveitei para conhecer o Alambique Engenho D’Ouro, que mantém a tradição de mais de 300 anos que a cidade tem de fazer cachaça.

O Engenho D’Ouro segue este legado há 20 anos e possui inúmeros tipos de cachaça. Durante a visita é possível degustar os principais rótulos, inclusive a mais famosa, Gabriela, que tem a mistura de canela e cravo dando um sabor especial à bebida. É com ela que é feito o drink também famoso na região, Jorge Amado.

Além da loja onde é possível ver algumas máquinas do engenho de antigamente, o local é um complexo com lojas de artesanatos, doces e também um restaurante. Um complemento para esta opção do que fazer em Paraty, junto com a trilha do Caminho do Ouro.

 

Quilombo do Campinho

O Quilombo do Campinho é uma ótima opção do que fazer em Paraty para conhecer uma comunidade tradicional. Ali há um restaurante e uma loja de artesanato com utilidades domésticas e decorações.

Além disso, é uma excelente maneira de conhecer uma nova cultura e também apoiar o trabalho dos moradores do quilombo. O restaurante funciona de Terça a domingo para o almoço até às 17h00, no verão funciona até às 21h00. A loja de artesanato funciona diariamente das 9h00 às 17h00, ambos não aceitam cartões.

O Quilombo do Campinho está localizado na estrada Rio-Santos na altura do Km 588 em direção a São Paulo. 

 

Alambique Engenho D'Ouro - O que fazer em Paraty
Alambique Engenho D’Ouro – Paraty

 

O que fazer em Paraty à noite

Paraty é uma cidade que encanta em qualquer período do dia ou da noite. Suas casas brancas com portas coloridas e ainda iluminadas com aquelas luzes tênues são um espetáculo.

Opções do que fazer em Paraty à noite não faltam, mesmo que seja, só caminhar por suas ruas. Então, vamos a algumas indicações do que fazer na cidade à noite.

 

Gastronomia – Onde comer em Paraty

A gastronomia na cidade de Paraty é algo bem marcante, existem inúmeras opções para todos os bolsos e gostos. Deixo aqui, alguns lugares que experimentei a comida.

Manuê Sucos, onde servem deliciosos lanches, wraps, açaí, sucos, cervejas e muito mais. Uma opção mais em conta, para uma sexta ou sábado à noite, quando dá aquela vontade de um lanche. Localizado na Rua João do Prado, 57.

Restaurante Sabor da Terra, um lugar simples, com self service por quilo, mas com uma comida saborosa e com preço justo. Uma boa opção para quem quer fazer economia, ou mesmo para quem está com saudades de comida caseira e simples. Ele fica na rua principal da cidade, fora do centro histórico, na Rua Roberto Silveira 180.

Restaurante Netto, com especialidade em peixes e frutos do mar, é um local pequeno, mas com uma comida muito saborosa, os preços também não são tão altos. Ele fica na Rua da Lapa, a principal do Centro Histórico, no número 402, logo no primeiro quarteirão do lado esquerdo.

Bar e Restaurante Paraty 33, um misto de bar e restaurante, com música ao vivo, é uma opção bem famosa na cidade. Servem massas, peixes e frutos do mar, com preços justos em pratos individuais. Localizado na Rua da Lapa 432.

Pizzaria Manjerona, com pizzas muito saborosas com preço justo, bem localizada próxima ao Centro Histórico, na Rua João Luiz do Rosário, 280.  

 

Tour Fotográfico

Como opção do que fazer em Paraty à noite, a pedida é um tour fotográfico. Aquelas portas coloridas das casas coloniais com aquela iluminação mais delicada, em forma de lamparina é um charme só.

As fotos pelas vielas do Centro Histórico de Paraty são realmente muito bonitas, claro que é preciso um pouco de paciência, para tirar a foto sem tantas pessoas à volta. Mas ainda assim, vale a pena, garanto que sairão fotos maravilhosas.

 

Tour Fotográfico em Paraty
Tour Fotográfico em Paraty

 

Organize sua viagem a Paraty

Todas as viagens precisam de um planejamento para que você tenha o melhor proveito possível no destino. Por isso, é importante fazer a organização com antecedência, principalmente se for uma viagem de férias, que normalmente se despende maior tempo e também um maior investimento financeiro.

Desta forma, pesquisar muito bem os locais a serem visitados, as formas de se locomover entre os pontos turísticos, melhores hospedagens, pedem uma organização detalhada para que não haja custos desnecessários e perda de tempo.

Sei que um planejamento de viagem bem detalhado exige tempo, e isso é um bem muito precioso. Portanto, gostaria de oferecer minha ajuda neste momento. Sou Travel Designer, trabalho desde 2013 realizando desenhos de viagens personalizados, desenhando experiências diferenciadas que farão de sua viagem realmente um sonho.

Caso precise de ajuda com seu roteiro das próximas férias, pode contar comigo. Para uma organização detalhada, é necessário começar o desenho com 8 meses de antecedência. Para entrar em contato, e entender melhor como funciona o processo,  acesse a página dos Roteiros Personalizados aqui no blog, ou fale comigo por e-mail contato@viagensdecaprala.com.br ou pelo Whatsapp 11 93045-5202.

 

Onde ficar em Paraty

Para aproveitar todas as dicas do que fazer em Paraty que estou deixando neste texto, também é importante fazer a escolha de uma boa hospedagem. Neste momento vale verificar a localização, a avaliação e também o valor para caber em seu orçamento.

Sendo assim, deixarei aqui duas opções de hospedagem que conheci em Paraty, uma no estilo luxo e outra  mais econômica, mas ambas de muita qualidade.

Pousada Literária, que é bastante famosa na cidade e faz parte de uma rede, inclusive a Fazenda Bananal faz parte deste grupo. Os produtos oferecidos no café da manhã são feitos por eles mesmos e também queijos e pães são trazidos da fazenda. Tudo delicioso, sem contar que a pousada fica dentro do Centro Histórico e tem um atendimento impecável.

Pousada Marques, esta opção de hospedagem em Paraty, fica fora do Centro Histórico, mas bem próxima, sendo possível chegar até ele em uma caminhada de 10 minutos. A Pousada Marques é uma opção mais econômica de hospedagem, mas com quartos bem arejados, com um café da manhã muito bom e boa localização. No link que deixei no nome das pousadas é possível fazer sua reserva, além de ler opiniões de outros hóspedes.

 

Quanto tempo ficar em Paraty

Paraty é uma cidade que possui muitas opções do que fazer, portanto para aproveitar todas as dicas que deixei aqui, seria necessário ao menos 8 dias. Já que fiz este roteiro em duas viagens em que fiquei por lá 4 dias em cada oportunidade.

Uma boa pedida para conhecer bem a cidade é aproveitar suas férias do trabalho, assim terá uma viagem mais agradável. Podendo ter maior tranquilidade para conhecer os lugares e também ter o descanso necessário.

 

Biblioteca Pousada Literária - O que fazer em Paraty
Biblioteca Pousada Literária – Paraty

 

Qual a melhor época para ir a Paraty

Para ter maior conforto nos passeios com um número menor de turistas, se possível, é importante escolher períodos fora de férias escolares e feriados prolongados. Desta forma, o trânsito para chegar a cidade será menor e as praias e atrações não estarão lotadas.

Outro ponto a ser levado em consideração para o período de visita à Paraty, é o índice de chuvas na cidade. Dezembro e Janeiro é a pior época para visitar a cidade, por dois motivos: muita chuva e muitos turistas. Os meses mais chuvosos na cidade vão de novembro à março.

 

Conclusão

Neste texto você vai encontrar um roteiro completo com dicas sobre o que fazer em Paraty, para que você possa aproveitar melhor sua viagem. A cidade oferece inúmeras atrações, que vão de passeios culturais, à praias, cachoeiras e muita natureza.

Espero que estas dicas do que fazer em Paraty, ajudem no momento de decidir sobre sua viagem e saber melhor como são as atrações da cidade. Caso necessite de ajuda com seu roteiro basta enviar um e-mail para contato@viagensdecaprala.com.br ou entrar em contato pelo WhatsApp 11 93045-5202 ou ainda por este link. Gostou destas dicas? Então, siga o blog no Facebook, Instagram e Pinterest para saber mais novidades. Até o próximo post.

 

As indicações e links contidos neste texto foram fruto de parcerias feitas com o blog Viagens de Cá pra Lá. Podendo assim gerar um comissionamento para ajudar o blog a continuar criando conteúdos de qualidade para suas viagens, e você não paga nada mais por isso. Porém, todas as indicações realizadas aqui são de locais e prestadores de serviços, que estejam de acordo com a concepção de oferecer um bom serviço aos leitores e leitoras.

 

2 Responses

  1. Lidiane

    Alê, adorei seu post, muito completo! Já fui a Paraty duas vezes e ainda não consegui conhecer tudo. A cidade é riquíssima e tem muitas coisas legais para fazer!

    • Alessandra Lima

      Oi Lid, que bom que gostou do texto, realmente Paraty é um lugar incrível.
      Daria para ficar um mês por lá e ainda teria coisas novas para fazer.
      Obrigada por comentar.
      Abraço,
      Alessandra

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *