Praias de Ubatuba em São Paulo, conheça suas trilhas e as melhores praias

postado em: Ubatuba | 2

As praias de Ubatuba em São Paulo estão localizadas no litoral norte do estado, são as mais procuradas, além de terem belezas singulares. A cidade de Ubatuba era povoada por indígenas Tupinambás e era conhecida como Iperoig. Com a chegada dos portugueses, houve o início da escravização dos indígenas para colonização e exploração de suas riquezas, passando a ser uma vila em 1554.

A cidade de Ubatuba possui 748 mil metros quadrados, com 102 praias, 20 ilhas e a maior parte de seu território é formada por Mata Atlântica totalmente intocada. Além disso, as praias de Ubatuba em São Paulo são muito procuradas para a prática de várias modalidades de esporte aquático, como surf, pesca, mergulho, vela, entre outros.

A mata preservada existente na cidade, faz parte do Parque Estadual da Serra do Mar e também do Parque Nacional da Serra da Bocaina. Neste texto você conhecerá o que fazer em Ubatuba, com informações divididas em 3 dias de roteiro. Vem comigo conhecer as praias de Ubatuba em São Paulo.

Você também pode gostar de ler:

Praia do Litoral Norte

Parque Estadual da Serra do Mar

O que fazer em Ilhabela no Ano Novo

Roteiro de Viagem Personalizado

 

 

Praia do Félix - Praias de Ubatuba São Paulo
Praia do Félix – Ubatuba

 

Trilhas pelas praias de Ubatuba São Paulo

 

Sempre que visitei Ubatuba, foi para aproveitar alguma praia ou para andar pelo centro da cidade. Porém, desta vez minha viagem foi com outro propósito, apesar de ter sim aproveitado as praias, a forma de chegar até elas foi bem diferente.

Desta vez, conheci as praias de Ubatuba em São Paulo por meio de trilhas, que passam por várias delas, uma mais linda que a outra e com visuais bastante diferentes. Foram 7 dias na cidade, na companhia de duas amigas, a Lid do Partiu Viajar Blog e a Kelli do Vá Viaje. Mas no final acabei aproveitando somente 3 dias, mais a frente explico melhor o que aconteceu.

Foram ao todo 3 trilhas diferentes, uma bastante fácil e outras duas de nível médio de dificuldade. Fiz a Trilha da Praia das Conchas, Trilha das 7 Fontes e Trilha das 7 praias, todas passando por paisagens lindas e podendo apreciar a caminhada em meio a Mata Atlântica.

Quando ir e quanto tempo ficar em Ubatuba

 

O maior problema em uma visita a Ubatuba, é o índice de chuvas da região, que é bastante grande, quase que o ano todo. Por isso, quando visitei a cidade, dos 7 dias que fiquei hospedada por lá, consegui fazer atividades apenas em 3 dias.

Os meses de maior incidência de chuvas são entre janeiro e abril, e entre setembro a dezembro, podendo chegar a 200 mm de chuva em cada mês. Minha viagem foi em setembro, e passei 3 dias na pousada, pois choveu intensa e incessantemente.

Mesmo com este alto índice pluviométrico, foi muito bom visitar as praias de Ubatuba em São Paulo, no mês de setembro, pois os preços não estavam tão altos e o número de turistas era bem pequeno. Com isso, também evitamos o trânsito para ir de uma praia a outra.

Portanto, para não ter tanta incidência de chuvas os melhores meses de visita são junho, julho e agosto. Mas se tiver oportunidade de evitar o período de férias escolares, finais de semana e feriados prolongados, sua visita será muito mais agradável.

Para realizar todas as trilhas eu precisei de 3 dias na cidade, porém fiquei 7 dias por lá, isso foi ótimo, pois consegui ter tempo para esperar a chuva dar uma trégua. Veja abaixo, o roteiro, dia a dia, que fiz em Ubatuba.


Seguros Promo

 

Praia do Flamengo - Praias de Ubatuba
Praia do Flamengo – Praias de Ubatuba

 

Trilha Praia das Conchas Ubatuba – 1º dia de Roteiro

 

O primeiro dia do meu roteiro, que na verdade já era o quarto, quando a chuva parou, eu aproveitei para conhecer algumas praias e fazer uma trilha mais curta e mais simples, com nível de dificuldade fácil.

O início da Trilha da Praia das Conchas fica na Praia do Félix, ali há lugares para estacionar o carro com pagamento de área azul, no valor de R$ 12,00 (valores de setembro de 2021) que é válido das 7h00 às 19h00. Além disso, pagando em uma praia, caso você queira ir para outra, o valor pago continua válido.

Para iniciar a trilha, você entra na Praia do Félix, logo na entrada há uma árvore enorme que dá fotos lindas, recomendo uma paradinha. Então, caminhando para o canto esquerdo da praia, você encontrará a entrada da trilha.

A distância entre a Praia do Félix e a Praia das Conchas, tem em torno de 2,5 km ida e volta, e não tem partes muito íngremes.

Praia das Conchas

 

A Praia das Conchas, como é conhecida popularmente, pois seu nome é Praia do Lúcio,  é bem pequena no ponto onde o mar toca a areia. Após uma caminhada de nível fácil, com mais ou menos 1,8 km partindo do canto esquerdo da Praia do Félix você chega a praia das Conchas.

Uma parte da praia é formada por grandes rochas que dão uma vista do mar e um visual incrível ao lugar. Logo à esquerda, está a pequena e linda Praia das Conchas, seu nome popular vem da grande quantidade de conchas que o mar traz em seu ponto mais alto da maré. Inclusive não é possível ver a areia da praia.

Sempre é bom lembrar, que apesar de ter muitas conchas na praia, elas não devem ser retiradas, pois fazem parte da natureza do lugar, e isso pode prejudicar a vida marinha do local. A cor da água é de um azul esverdeado impressionante, as fotos por ali ficam maravilhosas, mesmo com céu nublado.

Outro ponto importante a ser levado em consideração é que esta praia não possui nenhuma estrutura. Portanto, é importante levar água e lanches, caso queira passar o dia todo por ali, o protetor solar e o repelente também são imprescindíveis. 

 

Praia das Conchas - Praias de Ubatuba São Paulo
Praia das Conchas – Ubatuba São Paulo

 

Praia do Félix

 

Esta praia de Ubatuba em São Paulo, é o ponto de partida para a Trilha da Praia das Conchas, é ali que você pode parar o carro, pagando a área azul. Esta praia tem maior infraestrutura com algumas barracas de comidinhas.

Ela tem cerca de 1 km de extensão de areia, e também é bastante larga, proporcionando um amplo espaço para as pessoas aproveitarem o mar. Além disso, a praia também oferece várias árvores pela orla, onde é possível se abrigar do sol, caso esteja muito quente.

Praia do Português

 

Ainda na Praia do Félix é possível fazer a trilha e travessia para chegar à Praia do Português. Porém, para isto é necessário ter atenção com o nível da maré, que precisa estar próximo a 0,5 para a travessia.

Isso porque, parte da trilha é feita por dentro do mar, ao lado das pedras. Então, é preciso ter saber como estará a maré na ida e na volta, para não ficar presa por lá. Esta praia de Ubatuba é muito procurada para mergulho livre, por ter águas cristalinas, além de muita vegetação à sua volta.

Eu cheguei da Trilha da Praia das Conchas e a maré já havia subido, então não consegui fazer a travessia. O início da trilha da Praia do Português, fica do lado direito da Praia do Félix, passando por trás de um rochedo enorme que tem ali, por dentro de um riozinho que desemboca no mar.

A partir dali, se passa ao lado de outras rochas, por dentro do mar, e no final é necessário subir os rochedos. Neste texto sobre a Praia de Trancoso, falo um pouco mais sobre o funcionamento da maré, e inclusive tem um link para fazer o acompanhamento.

 

Trilha das 7 Fontes – 2º dia de Roteiro

 

Esta trilha fez parte do segundo dia de roteiro para conhecer as praias de Ubatuba em São Paulo. Ela tem a extensão de 9 km mais ou menos e passa por 4 praias: Praia da Ribeira, Praia da Dionísia, Praia do Flamengo e por fim Praia das 7 Fontes.

O nível de dificuldade desta trilha é de fácil a moderado, seu início é bastante tranquilo, a partir do Saco da Ribeira, sem muitas subidas íngremes. É possível parar o carro próximo ao Centro Náutico Timoneiro, no Saco da Ribeira, então segue-se pela Via Beira Mar e uns cem metros a frente encontra-se a trilha à sua direita.

Depois de uma curta caminhada você encontrará o mirante da Praia da Ribeira, que dá uma vista linda do mar com vários barcos ancorados. O trecho mais difícil desta trilha é o final, já quase chegando à Praia das 7 fontes, que é feito por uma escadaria.

Praia da Ribeira

 

Depois de apreciar a vista do mirante, a primeira praia é a da Ribeira, ela tem águas calmas, muito boa para ir com crianças. Tem uma extensão de 500 metros de areia, e apesar de ser uma praia urbana, não possui estrutura de quiosques. Esta praia também pode ser acessada de carro pela via costeira. Próximo à praia há um pequeno estacionamento.

Ela possui várias árvores ao redor, o que facilita fazer um descanso fora do sol. Após atravessar a faixa de areia a trilha continua do lado direito da praia, seguindo para a segunda praia da trilha. Entre esta e a próxima praia, está a da Dionísia, mas o acesso é mais difícil por estar dentro de uma propriedade privada, mas é possível ser acessada também de barco.

Praia do Flamengo

 

Sendo assim, a segunda praia é a do Flamengo, já quase chegando ao destino final. Esta praia de Ubatuba em São Paulo, tem extensão de 800 metros de areia fofa, com vários restaurantes e bares na orla, além de muitas árvores ao redor, o que proporciona uma sombra para fugir um pouco do sol.

Ao final da trilha por meio da Mata Atlântica é possível acessar a praia descendo umas escadas na encosta da montanha. Ali também há algumas casas e locais com embarcações. O acesso a esta praia só é possível por trilha ou de barco.

Praia das 7 fontes

 

Após atravessar metade da Praia do Flamengo, o acesso à continuação da trilha para a Praia das 7 Fontes é feito por uma viela que existe ao lado do Restaurante Casa Flamengo. É nesse ponto que a trilha passa a ser mais difícil.

O acesso é feito por uma escadaria de pedras bastante íngreme, a ida é mais tranquila, por ser em declive, porém, o retorno é morro acima…rs

A praia é bonita, mas fiquei pouco tempo por ali, pois logo na chegada, há um restaurante que estava simplesmente abarrotado, e tenho buscado ficar em locais menos movimentados por segurança, devido a pandemia de Coronavírus.

A Praia das 7 Fontes tem uma extensão de 900 metros de areia branca e o mar é de tombo, não muito bom para banho. O acesso é feito somente por trilha ou barco.

 

Praia da Ribeira - Praias de Ubatuba
Praia da Ribeira – Praias de Ubatuba

 

Trilha das 7 praias – 3º dia de Roteiro

 

O 3º dia de Roteiro nas Praias de Ubatuba São Paulo, foi quando fiz a Trilha das 7 praias. Para realizar esta trilha há duas maneiras de iniciá-la, pela Praia da Fortaleza, ou pela Praia da Lagoinha, eu escolhi fazer a trilha por essa praia.

Esta trilha tem a extensão de 9 km e possui nível de fácil a médio, a maior parte do caminho é fácil, com poucas subidas. Apenas a última parte, mais ou menos 2 km finais é que se torna mais íngreme, mas nada impossível de fazer.

O nome dessa trilha já diz muito, ela passa por sete praias, sem contar a primeira e a última. Durante o percurso, é possível conhecer as praias do Peres, Oeste, Bonete Grande e Bonetinho, Deserta e Prainha da Deserta e Cedro. A maior parte do percurso é feito em meio à Mata Atlântica.

Praia da Lagoinha

 

Esta primeira praia da Trilha das 7 Praias tem extensão de areia de 3 km. Ao longo da orla, além da areia há uma parte de gramado, com uma cerca viva que separa a praia da rua. Ela fica dentro de um condomínio fechado, e para entrar podem pedir uma contribuição voluntária.

Ali, fora da temporada, é possível encontrar vagas para estacionar bem próximo ao início da trilha, que fica no canto esquerdo da praia. Próximo ao início da trilha há uma formação rochosa e um riacho que desemboca no mar. É neste ponto que começa a caminhada para conhecer estas lindas praias de Ubatuba em São Paulo.

Também é possível acessar esta praia de ônibus, partindo do centro da cidade, com destino a Lagoinha, o valor da passagem é de R$ 4,50.

Praia do Oeste

 

A Praia do Oeste é bem pequena, possui muitas pedras e grandes rochas que fazem dela um cenário bastante bonito. Ali também há uma cabana abandonada logo na chegada à praia. Ela não oferece estrutura de lanchonetes e quiosques de comida.

A partir desta praia é possível ver a Praia da Lagoinha, Sapê e Maranduba, suas águas são calmas e de um azul incrível. As formações rochosas dão lindas fotos para recordação, o acesso a ela só é possível por trilha.

Praia do Peres

 

Seguindo pela trilha, a próxima é a Praia do Peres, uma antiga vila caiçara que hoje possui uma comunidade de pescadores. A praia é um pouco maior que a Praia do Oeste, mas também tem muitas pedras.

Por ali funciona um bar durante a temporada de verão, com petiscos e bebidas, também é possível usar o banheiro pagando R$ 2,00 ou consumindo alguma coisa. O visual desta praia é muito bonito.

 

Praia do Peres - Ubatuba São Paulo
Praia do Peres – Ubatuba São Paulo

 

 

Seguros Promo
© 2021 Parceiros Promo | By – Amopromo | Todos os direitos reservados

 

Praia Bonetinho e Grande Bonete

 

Subindo uma escada de pedras existente na praia do Peres e seguindo novamente a trilha, é possível acessar as praias de Bonetinho e Grande Bonete. Elas ficam uma ao lado da outra, com aproximadamente 150 metros de extensão de areia.

Ali existe um quiosque que funciona eventualmente durante o verão. É uma praia praticamente deserta, com acesso apenas por trilha ou barco, portanto é bastante tranquila. Além disso, suas águas são cristalinas e muito calmas e com muitas árvores ao redor.

Praia Deserta e Prainha da Deserta

 

Mais a frente na trilha você chega a Praia Deserta e Prainha da Deserta, elas são divididas por uma formação rochosa bem fácil de transpor. Como o nome diz, elas são bastante tranquilas, sem muitos turistas, mas também não possuem nenhuma estrutura de quiosques.

Quando a maré está baixa também é possível passar de uma praia para outra pela orla da praia. As águas destas praias de Ubatuba SP são tranquilas, azuis e muito cristalinas, o acesso a elas é feito apenas por trilha. Ao redor é toda cercada por Mata Atlântica fornecendo um ótimo sombreamento.

Praia do Cedro

 

Esta é a penúltima praia antes de chegar à reta final da Trilha das 7 Praias, uma praia pequena, com muitas pedras e árvores por toda a volta. Também é pouco frequentada por ser acessada apenas por trilha.

É a partir deste ponto que a trilha começa a ficar mais complicada, ela tem trechos bem íngremes, que necessitam de cordas para subir e descer. Como havia chovido bastante naqueles dias havia um complicador na trilha, a lama.

Praia da Fortaleza

 

Esta é a última, ou a primeira, praia da Trilha das 7 Praias, uma praia com grande extensão de areia, que oferece estrutura de quiosques, restaurantes e pousadas. Além disso, é possível fazer a locação de bikes náuticas.

No canto direito da praia da Fortaleza, é onde começa, ou termina, a Trilha das 7 Praias. Por ali também se tem acesso a outras duas opções de trilha para lugares lindos, que falarei logo abaixo.

Eu fiz esta viagem de carro com duas amigas, e para iniciar esta trilha deixamos o carro no estacionamento da Praia da Lagoinha. Então, pegamos um ônibus na Praia da Fortaleza que ia para o centro de Ubatuba, que nos deixou na estrada Rio-Santos.

A partir dali, uma das amigas pegou um ônibus que passava pelo Condomínio da Praia da Lagoinha para buscar o carro. Foi um passeio muito bom, onde tivemos vários tipos de experiência em um único dia. Além de usar o transporte público para voltar à Praia da Lagoinha, também há barcos que levam até lá.

Costão da Fortaleza

 

A partir da trilha que dá acesso ao caminho da Trilha das 7 Praias, do lado direito da Praia da Fortaleza, há um trilha secundária que leva ao Costão da Fortaleza. Uma formação rochosa que tem uma vista incrível do mar.

Outro ponto muito bonito ali é o mirante, localizado pouco antes da última descida para a Praia da Fortaleza, de onde é possível admirar o mar e o Costão da Fortaleza do alto. 

Pedra da Tartaruga

 

Continuando a caminhada por sobre o Costão da Fortaleza, chega-se a Pedra da Tartaruga, outra formação rochosa, em que a junção de várias pedras formam a imagem de uma Tartaruga.

Bem interessante esta formação, já que na praia da Fortaleza, do lado esquerdo, há a possibilidade de se ver uma grande variedade de peixes e também tartarugas marinhas. Apesar desta praia não ser tão linda quanto as outras, vale um passeio, para poder fazer estas pequenas trilhas.

 

Praia do Cedro - Praias de Ubatuba São Paulo
Praia do Cedro – Ubatuba São Paulo

 

Recomendações para realizar trilhas

 

Aproveito este texto para deixar aqui algumas recomendações para realizar trilhas de maneira segura e consciente.

  • Sempre que for fazer trilha, independente do nível de dificuldade, é importante usar um tênis ou bota de trilha, o que torna a caminhada mais segura;
  • Leve algum lanche e água, para uma trilha como esta, de 9 km, leve ao menos 1 litro de água;
  • Caso goste de tirar fotos, tenha sempre atenção ao redor, para não correr riscos de acidentes;
  • Não retire nada da natureza durante as trilhas, seja conchas, pedras ou plantas;
  • Mantenha-se sempre na trilha demarcada, isso evita maiores danos ao meio ambiente;
  • Aqueles totens de pedras, são bem bonitos, porém é recomendado que não faça, pois ao mover as pedras, você pode danificar o habitat de vários seres marinhos.

Outras Praias de Ubatuba São Paulo

 

A cidade de Ubatuba em São Paulo possui 102 praias, portanto seria necessário ficar um ano inteiro para conseguir conhecer todas elas e aproveitar suas belezas. Por lá, também existem 20 ilhas e inúmeras trilhas e grutas.

Em minha viagem de setembro consegui conhecer algumas delas, entre o intervalo de uma trilha e outra. Entre um dia chuvoso e outro aproveitei os sete dias que estive por lá para conhecer algumas belezas desta cidade do litoral norte de São Paulo.

Praia de Santa Rita

 

Como a Trilha das 7 Fontes terminou por volta de 16h00, aproveitei o tempo que sobrou do dia para conhecer mais uma praia que pode ser acessada de carro. Para chegar a esta praia basta pegar a estrada Rio-Santos, a entrada fica no km 59 em um condomínio fechado.

Os carros ficam estacionados nas ruas do condomínio, que também pode ser solicitada uma contribuição voluntária para os turistas na entrada. Para chegar até a praia, é preciso descer uma longa escadaria, com vários coqueiros nas laterais, e do alto dela se tem uma vista linda composta pela escada, os coqueiros e o mar azul ao fundo.

Quando estive por lá o mar estava impróprio para banho, portanto é importante entrar no site da CETESB, para saber como está a qualidade da água quando for visitar as Praias de Ubatuba São Paulo.

Logo na chegada desta praia, há uma formação rochosa com um portão, ao atravessá-lo há o acesso a uma pequena trilha que leva até a praia de Perequê-Mirim. 

Praia de Perequê-Mirim

 

A Praia de Perequê-Mirim tem águas tranquilas, com areia branca e muitas árvores ao redor. Esta é uma praia mais urbana, portanto mais cheia de turistas, além disso tem muitas hospedagens, restaurantes e outros pontos comerciais.

Além do acesso pela Praia de Santa Rita, esta praia também pode ser acessada pela Rio-Santos, onde há várias entradas, inclusive a mesma da Praia de Santa Rita, no km 59. Esta praia tem uma grande extensão de areia, em torno de 900 metros.

 

Praia de Santa Rita - Ubatuba São Paulo
Praia de Santa Rita – Ubatuba São Paulo

 

Outros passeios nas Praias de Ubatuba São Paulo

 

Além das praias de Ubatuba em São Paulo, a cidade também oferece outros passeios que podem divertir toda a família. É possível visitar o marco do Trópico de Capricórnio, que é um dos pontos onde esta linha imaginária passa aqui no Brasil.

Outro passeio muito interessante, principalmente para quem tem filhos pequenos, é o Projeto Tamar de Ubatuba, que foi inaugurado em 1991. Ele está instalado em um local de alimentação de tartarugas marinhas, com o objetivo de reduzir os efeitos destrutivos da pesca sobre estes animais.

As visitas ao Projeto Tamar podem ser feitas de quinta-feira a segunda-feira, entre as 10h00 e 17h00. O valor do ingresso é R$ 25,00 inteiro, R$ 12,50 meio, crianças até 1,20 m de altura, e pessoas a partir de 60 anos, entram gratuitamente. 

Endereço e telefones: Rua Antônio Atanázio nº 273, Jardim Paula Nobre – (12) 3832-6202 / (12) 3832-7014

Ilha das Couves

 

A Ilha das Couves já foi quase totalmente destruída devido ao número excessivo de turistas. Portanto, a partir de dezembro de 2019, a prefeitura lançou uma portaria que regula a visitação à ilha.

A portaria determina que apenas 177 pessoas podem visitar a ilha simultaneamente, e em horários definidos. Desta forma, a visita ocorre entre às 8h00 e às 11h00 da manhã, 11h00 às 14h00 e 14h00 às 17h00, não podendo ultrapassar 531 pessoas por dia.

Para chegar até a ilha é necessário contratar um barco cadastrado pela prefeitura, e o passeio deve ser agendado com antecedência, já que o número de turistas diários é limitado. Aproveitando esta medida da prefeitura para preservar este lugar tão lindo, procure não deixar lixo na praia, nem tirar nada do local. Não consegui fazer o agendamento antecipado, e assim não visitei a Ilha das Couves.

Ilha de Anchieta

 

A história da Ilha de Anchieta remonta a 1563, quando os colonizadores portugueses ocuparam a ilha após o Tratado de Iperoig. Mas ela era habitada por indígenas Tupinambás muito antes deste período. Em 1902 passou a ser chamada Ilha dos Porcos, e ali construíram uma Colônia Penal, somente em 1934 passou a ser chamada Ilha de Anchieta.

Em 1952, houve uma rebelião, na qual alguns presidiários conseguiram fugir, outros morreram no mar ao tentarem fugir de barco, e foram capturados 129, dos 453 presos. Hoje a fauna, a flora e as ruínas do presídio são preservados pelo Parque Estadual da Ilha de Anchieta.

Além disso, no local existem várias praias belíssimas, Praia do Leste, Praia do Presídio, Praia do Sul e Praia Grande. A ilha ainda é habitada por comunidades tradicionais, quilombolas, indígenas e caiçaras, o que propicia uma experiência cultural muito interessante. Devido às chuvas, não consegui visitar a ilha.

O acesso à ilha é feito por meio de barcos, que podem ser contratados no píer do Saco da Ribeira.

 

Praia de Prumirim - Praias de Ubatuba São Paulo
Praia de Prumirim – Ubatuba São Paulo

 

Praia de Prumirim

 

A Praia de Prumirim fica no km 29,4 da estrada Rio-Santos entrando por um condomínio fechado e há vagas para estacionar próximo à entrada para a praia. Esta praia é de tombo, com areia fina e fofa, no lado esquerdo da praia há também uma lagoa.

Próximo a lagoa, existe uma trilha que leva a Praia do Canto de Itaipu, de onde partem barcos que levam até a Ilha de Prumirim, que pode ser vista a partir da praia. A praia de Prumirim oferece estrutura de quiosques e hospedagem. Esta praia eu visitei após fazer a trilha da Praia das Conchas.

Praia de Itamambuca

 

A Praia de Itamambuca foi onde fiquei hospedada, uma praia bastante famosa por ser palco de competições de surf, portanto é uma praia com ondas fortes. Nesta praia há uma grande estrutura de restaurantes e hospedagens.

O acesso a esta praia é feito pelo km 35 da rodovia Rio-Santos entrando pelo condomínio de Itamambuca, onde é possível estacionar os carros. Durante a temporada de verão, é possível acessar a praia de barco, e na maré baixa é possível passar pelo rio para chegar até ela. Nesta praia, eu apenas passei rapidamente, foi o primeiro local que visitei ao chegar à cidade.

Como chegar a Ubatuba e suas praias

 

Existem várias possibilidades de estradas para acessar as praias de Ubatuba SP, é possível fazer o trajeto pela Rodovia Imigrantes e Rio-Santos. Outro trajeto possível é acessar a rodovia Airton Senna, depois Carvalho Pinto e Tamoios e também por este mesmo acesso, mas ao invés de entrar na Tamoios, seguir até a Oswaldo Cruz.

Para quem não tem experiência descendo a serra, é importante prestar atenção nas placas indicando o uso de 1º e 2º marchas, tanto na descida, quanto na subida, para não perder o freio do carro. Em caso de sentir cheiro de borracha queimada, utilize os bolsões ao longo da estrada para estacionar e esperar que o freio esfrie.

Digo isto por experiência própria, quando eu e minhas amigas descemos a serra, o freio aqueceu e precisamos parar. E por segurança fizemos o restante da descida de guincho, foi divertido…rs

Para chegar a Ubatuba de ônibus, é possível partir do terminal Rodoviário Tietê, por meio da viação Pássaro Marrom.

 

Praia do Félix - Ubatuba São Paulo
Praia do Félix – Ubatuba São Paulo

 

Onde ficar em Ubatuba

 

Uma ótima opção de hospedagem para visitar as praias de Ubatuba em São Paulo, é a Pousada Trakai Suítes, que está localizada na Praia de Itamambuca. O café da manhã é muito bom, os quartos espaçosos e também oferece piscina, play ground, wi-fi, estacionamento e o café é servido em uma varanda bem arejada.

Para fazer sua reserva na Pousada Trakai Suítes, você pode usar o link que deixei aqui, assim você faz sua reserva com segurança, podendo ver outras avaliações sobre a hospedagem, e ainda colabora para que o blog continue produzindo conteúdo.

Neste texto você poderá conhecer melhor esta pousada, num release que escrevi.

Onde Comer em Ubatuba São Paulo

 

Claro que existem milhares de opções de restaurantes e lanchonetes espalhadas pelas praias e pela cidade de Ubatuba. Aqui deixarei algumas que visitei e experimentei.

Sausalito Hambúrguer Gourmet: Nesta lanchonete na cidade de Ubatuba, você encontra hambúrgueres deliciosos, feitos artesanalmente, além de cervejas artesanais muito boas. Os hambúrgueres também são elaborados em versões vegetarianas para quem não consome carne. Além do atendimento no local, também é possível fazer pedido por delivery.

Endereço: Rua Guaicurus, 90 – Itaguá – Ubatuba

Telefone: 12 3832-1190

Restaurante Casa Flamengo: Este restaurante está localizado na Praia do Flamengo, na Trilha para a Praia das 7 Fontes. A comida e os drinks dali são maravilhosos, vale muito a pena dar uma paradinha para almoçar durante a trilha. Experimente o drink Flamenguinho, que é feito com vodka, tangerina e grãos de pimenta, delicioso.

Endereço: Praia do Flamengo

Contato: @restaurante_casa_flamengo 

Pastelaria na Praia do Félix: Peço desculpas, pois não lembro o nome do quiosque, sei que fica no meio da praia, e os pastéis são deliciosos. Vale a pena.

Conclusão

 

Fui surpreendida por esta visita às praias de Ubatuba SP, eu realmente não imaginava que havia tantas trilhas e praias tão lindas quanto as que conheci nesta viagem. Mas mesmo fazendo vários passeios na cidade, voltarei para conhecer outras praias e fazer outras trilhas.

Espero que esta dicas de trilhas e praias de Ubatuba São Paulo sejam úteis para sua próxima viagem. Caso necessite de ajuda com seu roteiro basta enviar um e-mail para contato@viagensdecaprala.com.br ou entrar em contato pelo WhatsApp 11 93045-5202 ou acesse este link. Gostou destas dicas? Então, siga o blog no Facebook, Instagram e Pinterest para saber mais novidades. Até o próximo post.

 

A hospedagem na Pousada Trakai Suítes, alimentação na Sausalito Hamburgueria Gourmet e no Restaurante Casa Flamengo, foram uma parceria, porém as opiniões sobre estes locais são totalmente realistas e condizem com minha visão sobre o serviço, conforto e atendimento. O blog faz indicações apenas de locais que estejam de acordo com a concepção de oferecer um bom serviço aos leitores e leitoras.

2 Responses

  1. Keli

    Parabéns pelo excelente texto. Bem completo. Realmente, Ubatuba é inesquecível.

    • Alessandra Lima

      Bom dia Keli, tudo bem como você?
      Fico feliz que tenha gostado, Ubatuba é realmente surpreendente.
      Obrigada por comentar.
      Abraço,
      Alessandra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *