O que fazer em Évora Portugal: Saiba tudo sobre a Capital do Alentejo

postado em: Évora | 10

Évora é tida como Patrimônio Cultural da Humanidade, desde 1986. Portanto, com tanta história ocorrida na cidade, é que existem tantas opções de o que fazer em Évora.

A cidade de Évora tem sua história iniciada desde a pré-história, e isso pode ser comprovado com uma visita a seus monumentos megalíticos.

Uma cidade dominada por Romanos, Visigotos e Muçulmanos o que faz desta cidade testemunha de muita história.

Sua conquista e união ao território Português, se deu no século XII e a partir daí, passa gradualmente a ser o principal centro urbano do sul do país.

Assim, passou a ser um importante centro religioso, político e militar. Portanto, você encontrará muitas opções do que fazer em Évora.

Você também pode gostar de ler:

Vale a Pena comprar o Lisboa Card?

O que fazer na Cidade de Faro Portugal.

Tavira em Portugal.

Roteiro de Viagem Personalizado

 

Monumento aos Mortos da Grande Guerra - Évora - Portugal - O que fazer em Évora
Monumento aos Mortos da Grande Guerra – Évora – Portugal

 

Onde fica Évora Portugal

A cidade está localizada no centro da região alentejana, e é o ponto de encontro de três rios importantes de Portugal, Tejo, Guadiana e Sado.

Fica a 135 km de Lisboa e a 205 km de Albufeira no Algarve, que foi de onde parti em direção a Évora, em minha viagem por Portugal.

As estradas, tanto de Lisboa, quanto do Algarve até Évora são excelentes. Muito bem sinalizadas, e de ótima qualidade.

Sem contar as paisagens lindas que você poderá vislumbrar no caminho. Em muitos trechos da estrada é possível ver plantações de oliveiras e cortiça, já que Portugal é o maior produtor de cortiça do mundo, e a região do Alentejo é a principal produtora.

Durante todo o trajeto, você avistará casas antigas, algumas em ruínas, outras com animais pastando em volta e também castelos. Foi realmente uma viagem emocionante e repleta de história.

 

Compre seu Seguro Viagem com 5% de desconto com o cupom DECAPRALA5

 

 

 

 

O que fazer em Évora – Centro Histórico

Como mencionei acima, a história da cidade de Évora teve início ainda na pré-história, tendo inclusive monumentos que comprovam esta existência longínqua.

Além disso, foi dominada por vários outros povos, que deixaram pela cidade sinais de sua passagem e dominação.

São muralhas, igrejas, mosteiros, praças e ruas contando um pouco da história da cidade. As muralhas existentes hoje em Évora, foram construídas no século XIV.

A parte histórica da cidade concentra-se dentro das Muralhas. Uma caminhada por suas ruas estreitas, descortina construções que remetem ao longo histórico de dominações variadas da região.

Jardim Público

Este é o ponto de entrada da cidade murada e centro histórico de Évora. Quando estive na cidade, o Jardim estava em reforma, mas ainda assim, foi possível entender a beleza do lugar.

Dentro do Jardim vivem lindos pavões coloridos, que caminham entre os turistas de forma tranquila.

Ali, também se encontra um quiosque para fazer um lanche e apreciar a vista. Além de uma fonte e um parque infantil.

Atravessando seus portões, já encontrará a linda Igreja de São Francisco à direita, e à esquerda, o mercado municipal. Na praça do mercado, estava acontecendo uma, das famosas feiras de Natal da Europa.

 

 

Igreja de São Francisco - Évora
Igreja de São Francisco – Évora

 

Igreja de São Francisco

Passando pelo Jardim Público e entrando pelo portão da muralha, está a Igreja de São Francisco, que foi construída entre os séculos XV e XVI.

Sua construção seguiu estilos como renascentista e manuelino-mudejar, esta igreja foi construída em substituição a um templo em estilo gótico existente no local.

No Igreja de São Francisco foi realizado o casamento de D. Afonso e D. Isabel de Castela em 1490.

No interior da igreja existem várias capelas sem contar a beleza de seus altares e é ali, que está a famosa Capela dos Ossos.

Horário de Funcionamento: De junho a setembro, das 9h00 às 18h30, de outubro a maio, das 9h00 às 17h00.

Valor da entrada: Adultos € 5,00, Estudantes e pessoas com mais de 65 anos € 3,50, bilhete família € 12,50.

Capela dos ossos

A Capela dos Ossos é uma das opções de o que fazer em Évora, que não pode ficar de fora de seu roteiro na cidade.

Ela já impressiona logo em sua entrada, onde no portal há a frase “Nós Ossos que estamos, pelos vossos esperamos” um pouco assustador eu diria.

Dentro da capela, o que você vê, é ainda mais macabro e interessante ao mesmo tempo. Todas as paredes das três naves que formam a capela, são recobertas por ossos e crânios humanos.

A iluminação da capela é uma penumbra para dar um ar ainda mais enigmático.

A Capela dos Ossos foi construída no século XVII, e o intuito desta construção, é convidar seus visitantes a refletirem sobre a finitude e transitoriedade da vida humana.

Ali também está enterrado o Bispo D. Jacinto Carlos da Silveira, morto em 1808 durante a invasão das tropas francesas.

Uma visita inesquecível.

Horário de Funcionamento é o mesmo da Igreja de São Francisco, e o valor da entrada está incluído na entrada da igreja já que a capela fica dentro dela.

Passagens Aéreas: E se precisar de passagem aérea para sua visita a cidade, utilize esta plataforma, Passagenspromo, que lhe mostrará várias opções de companhias, com os melhores preços.

 

Capela dos Ossos - Évora - O que fazer em Évora
Capela dos Ossos – Évora

 

Praça Giraldo e Chafariz

A Praça Giraldo é o ponto principal da cidade histórica, ali era o ponto final do Aqueduto da Prata.

O Chafariz existente hoje na praça, foi construído em 1571 em mármore branco. Sua construção fez parte de uma modernização do centro da cidade.

Na Praça Giraldo encontram-se joalherias, lojas de moda, restaurantes e cafeterias. Além das arcadas que protegem algumas destas construções.

Ali, também está a Igreja de São Antão e é um dos pontos principais de o que fazer em Évora.

Igreja de São Antão

A Igreja de São Antão é a principal construção na Praça Giraldo, ela fica bem no ponto central da praça.

Ela foi construída também durante a modernização da cidade feita por D. Henrique em 1557, em substituição à Ermida de Santo Antoninho.

O interior desta igreja possui várias capelas, talhadas em barroco-rococó, barroco e painéis de azulejos do século XVII. É verdadeiramente uma obra de arte.

A entrada a igreja é gratuita, durante as celebrações não é permitido fotografar. E não tente ser espertinho, para não passar carão, pois há uma pessoa que fica de olho nos turistas que entram na igreja.

Após as celebrações é permitido fotografar, mas é feita a cobrança de € 0,50.

 

Praça do Giraldo - Évora
Praça do Giraldo – Évora

 

Templo Romano e Praça de Diana

Uma construção datada do século I, originalmente o Templo Romano, era envolvido por tanques, que formavam um espelho d’água.

Se hoje, já lindo de ver, imagine sua imagem refletido num espelho d’água.

A construção já foi utilizada como açougue municipal, porém após reformas de 1870, suas paredes foram retiradas, ficando somente os pilares.

O estilo arquitetônico é coríntio e do tipo hexastilo-períptero, é muito interessante, apesar de destoar um pouco de todas as outras construções a sua volta.

A Praça ou Jardins de Diana, fica bem em frente ao Templo Romano, uma praça cheia de verde, flores e bancos para relaxar.

Palácio Cadaval

O Palácio dos Duques de Cadaval foi construído no século XIV, sobre as ruínas de um castelo Mouro.

Sua arquitetura mistura os estilos manuelino, mudéjar e gótico. Parte do edifício é formado por andares residenciais, e possui dois jardins e uma igreja, a Igreja e Convento dos Lóios.

Residiram neste Palácio, D. João II, D. João IV e D. João V, além também servir de prisão para D. Fernando II, Duque de Bragança, acusado de conspiração contra D. João II.

Ainda hoje o Palácio é utilizado como residência pelos Duques de Cadaval. Mas, mesmo assim, parte da propriedade, assim como a igreja podem ser visitadas por turistas durante todo o ano.

O Palácio Cadaval fica ao lado do Templo Romano.

Horário de Funcionamento: Terça a domingo das 10h00 às 18h00.

Valor da Entrada: Bilhete unitário € 7,00, bilhete para grupo de 20 pessoas € 4,00 por pessoa.

 

Templo Romano ou de Diana - Évora - O que fazer em Évora
Templo Romano ou de Diana – Évora

 

Catedral – Sé de Évora

A Catedral da Sé é outra linda opção de o que fazer em Évora. Está localizada próxima ao Templo Romano e o Palácio dos Duques de Cadaval.

A Catedral é uma construção dos séculos XII e XIV, em estilo românico e gótico, com esculturas e altares impressionantes.

Além de suas belezas, a Catedral de Évora oferece a visita ao Claustro, à Torre e ao Museu de Artes Sacras.

No Museu de Artes Sacras, você encontra quadros, esculturas, imagens, pratos decorados e roupas.

Sem contar a vista que você tem da cidade de cima do pátio superior.

Horário de Funcionamento: Diariamente das 9h00 às 16h30.

Valor da Entrada: O valor da entrada varia conforme seu interesse na visita, parte de € 3,50 para visitar a Catedral e Claustro, e até € 4,50, para visitar a Catedral, o Claustro e o Museu de Arte Sacra.

Aluguel de Carros: a RentCars te ajudará, fazendo um comparativo das melhores locadoras em todo o mundo, mostrando o melhor custo benefício.

 

Claustro Sé de Évora
Claustro Sé de Évora

 

Igreja da Graça

A Igreja e Convento da Graça, hoje pertencem a uma Messe Militar, as portas ficam fechadas, praticamente o tempo todo, tanto que não consegui entrar na igreja.

Mas, quando visitar Évora, passe pela Igreja da Graça, mesmo que seja para admirar sua beleza externa, e se houver alguém na porta, pergunte e talvez consiga visitar seu interior.

Esta igreja foi construída no século XVI, e tem uma fachada bastante imponente. O estilo de sua construção segue os moldes maneirista e renascentista.

Na entrada há um pórtico enorme repleto de detalhes, e em seu topo, várias esculturas gigantes, que representam as 4 partes do mundo e o Poder Universal de D. João III.

A Igreja e Convento da Graça estão localizados no Largo da Graça.

Aqueduto Águas da Prata

Aqueduto Águas da Prata foi inaugurado em 1537 para o abastecimento da cidade. Uma construção imponente que provavelmente foi construído sobre os destroços do aqueduto romano.

Ele tem 18 km de extensão, e terminava no antigo chafariz existente na época na Praça do Giraldo, e é uma construção imponente, que pode ser vista também no caminho para Lisboa.

 

Aqueduto da Prata - Évora - O que fazer em Évora
Aqueduto da Prata – Évora

 

Ermida de São Brás

Uma igreja construída em 1490, em homenagem a São Brás, que era o Santo a quem Bispos, Reis e a população faziam suas preces durante uma epidemia.

Esta igreja foi erguida sobre uma plataforma, devido a um desnível da rua, ela está localizada fora das Muralhas da cidade histórica de Évora.

A Ermida de São Brás, tem a sua volta várias pequenas torres e sua entrada possui um pórtico todo trabalhado.

Uma construção pequena, mas que chama a atenção pela riqueza de detalhes.

Horário de Funcionamento: Segunda-feira a sexta-feira, das 10h00 às 12h00, sábados das 14h00 às 19h00 e domingos das 10h00 às 13h00.

Valor da Entrada: Gratuita.

O que fazer em Évora – Monumentos Megalíticos

A região de Évora tem grande variedade de monumentos megalíticos, principalmente na parte Oeste da região.

Isto se dá pela posição estratégica da cidade, já que nesta região há a confluências de três importantes rios do país, Tejo, Sado e Guadiana.

Évora apresenta mais de 10 monumentos megalíticos, sem contar os mais de 100 menires, que são unidades isoladas, espalhados por seu território.

Estas formações em rocha, datam de mais de 6.000 anos atrás.

Eu conheci três deles o Cromeleque dos Almendres, o Anta Grande do Zambujeiro e um Menir, que estão localizados a 17 km de Évora.

O acesso é por estradas de chão, mas até que são boas. Eu visitei o local depois de um dia de muita chuva, e apesar de algumas poças d’água grandes, foi tranquilo passar pela estrada.

No próximo post, falarei mais sobre estes monumentos.

Neste link, você encontrará diversos passeios pelos arredores de Évora.

 

Cromeleque dos Almendres - Évora
Cromeleque dos Almendres – Évora

 

Hotéis em Évora Portugal

Apesar de ter passado somente três noites na cidade, eu me hospedei em dois hotéis.  Um deles eu ganhei a reserva em um evento que participei aqui no Brasil, o Convento do Espinheiro.

Convento do Espinheiro Historic Hotel & Spa: como o nome já diz, este hotel está instalado em um antigo convento. Quando você se hospeda no Convento do Espinheiro, pode fazer um tour guiado, para conhecer toda a história da construção.

Em sua hospedagem também poderá usufruir do spa e de uma degustação com explicações sobre as variedades de vinhos existentes na adega do hotel.

Este hotel é realmente espetacular, sem contar que há a possibilidade de realizar seu casamente com eles, numa capela centenária e com recepção realizada em seu claustro maravilhoso.

Você pode fazer a cotação de sua hospedagem no Convento do Espinheiro neste link.

Hotel Dom Fernando: Este é um hotel muito bom, apesar de não ser luxuoso, é muito bem localizado.

O Hotel Dom Fernando está em frente a Ermida de São Brás e a pouco mais de 300 metros da cidade murada.

O café da manha é bastante variado e muito bem servido. Para quem visitar Évora no verão, eles oferecem uma piscina excelente com um lindo jardim e cadeiras para tomar sol.

À noite, eles servem lanches e drinks no bar do hotel, ou se preferir pode jantar no restaurante, mesmo local onde é servido o café. A comida é bem variada e saborosa, no formato de self service ao valor de € 10,00 por pessoa.

Para reservar o Hotel Dom Fernando, acesse este link.

 

Ermida de São Brás - Évora - O que fazer em Évora
Ermida de São Brás – Évora

 

Seguro Viagem

Um ponto importante em que se deve pensar na programação de sua viagem, é com a segurança e saúde de todos.

Desta forma, é aconselhável contratar um Seguro Viagem Internacional. Pois, não temos como prever se teremos algum imprevisto de saúde na viagem.

Então, é melhor prevenir, que arcar com um custo elevado por causa de algum problema de saúde durante. Normalmente os hospitais e consultas médicas fora do Brasil são caríssimos.

Conheço casos de amigos que tiveram custos em torno de 25.000,00 Euros com despesas médicas, por não terem um seguro.

Portanto, investir menos de R$ 200,00 para evitar problemas, é bastante razoável. Sem contar, que o seguro viagem internacional tem várias outras coberturas além da parte médica.

Os contratos preveem despesas com cancelamento e atraso de voos, extravio de bagagem, traslado e viagem de familiar para apoio, entre outros imprevistos.

Outra dica importante: sempre deixe copias de seu contrato de seguro viagem com algum familiar no Brasil. Deixe em destaque os números de contato, caso seja necessário acionar o seguro, em ambas as copias.

Tenha também seus contratos salvos no celular, em um e-mail que você consiga acessar facilmente. Leve estes documentos, e os comprovantes de hospedagem, passagem de retorno, também impressos. Inclusive durante a viagem, em sua bagagem de mão, caso seja solicitado na imigração.

Para contratar um seguro viagem, você pode utilizar a plataforma da SegurosPromo, um parceiro do Viagens de Cá pra Lá.

Uma plataforma totalmente segura, onde você encontrará um comparativo de várias seguradoras, com os melhores custos benefícios.

E com o cupom DECAPRALA5, você consegue um desconto de 5% em qualquer plano. Além disso, pagando em boleto, terá mais 5%. E aproveite sua viagem, com toda segurança e conforto.

 

Igreja da Graça - Évora
Igreja da Graça – Évora

 

Como manter-se conectado em Évora

Viajar para fora do país, sempre causa alguns problemas quando o assunto é conexão com a internet.

Todos gostamos de ficar conectados com nossas famílias e amigos. Além disso, ter a possibilidade de postar as fotos dos destinos nas redes sociais, também é um desejo.

Sem contar, que estando conectado o tempo todo em sua viagem, você poderá consultar seu roteiro personalizado, seguir rotas em mapas e pesquisar mais informações sobre o seu destino.

Mas, usar o roaming do celular vai gerar um custo alto, ou depender da internet wifi dos hotéis e restaurantes nem sempre resolve a situação.

Uma sugestão é levar o chip internacional aqui do Brasil, e já chegar conectada no destino. Eu sempre compro um chip de celular aqui e levo comigo.

É super prático, basta desligar o celular durante o voo e trocar os chips. Quando ligar novamente o aparelho, ele já estará conectado.

Lembrando que, mesmo que seu aparelho seja de duplo chip, retire o chip de sua operadora.

Então, basta ligar novamente o aparelho, acionar o sistema de roaming, para que, ele passe a funcionar normalmente.

Além disso, seu whats app permanecerá com seu número de telefone do brasil, sendo assim, você poderá continuar utilizando seus contatos.

 

Ruas de Évora
Ruas de Évora

 

Conclusão

E assim foi visitar Évora, uma cidade com muita história para contar, com construções que remetem a uma história a partir do século XII, e monumento que provam a existência de outros povos há 6.000 anos.

Perder-se por suas ruas históricas é ter a certeza de encontrar muita história.

Andar em baixo dos arcos da Praça Giraldo é uma experiência que mistura parte da história antiga, com atividades da atualidade.

Embaixo dos arcos, você encontra lojas de joias, cafés, padarias, lojas de calçados, roupas e decorações típicas portuguesas e antiguidades.

Espero que este texto sobre o que fazer em Évora, ajude você a montar seu roteiro para visitar esta cidade incrível. E se precisar de ajuda com seu roteiro, é só me chamar. E se tiver mais alguma sugestão ou dúvida sobre Évora, deixe aqui nos comentários, será um prazer responder. Gostou destas dicas? Então, siga o blog no Facebook, Instagram e Pinterest para saber mais novidades. Até o próximo post.

10 Responses

  1. Gisele Rocha

    Fiquei arrepiada com essa frase de “boas vindas” na Capela dos Ossos! Macabro, porém instigante!
    Mas vem cá, de onde e de quem são esses ossos? Li e reli, mas não encontrei essa informação. Fiquei curiosa.

    • Alessandra Lima

      Oi Gisele, tudo bem?
      Realmente a frase na entrada da capela é de arrepiar, mas também nos faz pensar sobre nossas vidas.
      Segundo o site da Igreja de São Francisco, os ossos foram tirados de um cemitério ligado ao convento.
      Obrigada por comentar.
      Abraço,
      Alessandra.

  2. Fernanda Scafi

    Eu adorei conhecer Évora! Gostei da Capela dos Ossos, mas principalmente do Templo de Diana! Apesar de ter conhecido Portugal um tempão atrás, lembro bem que meu hotel ficava grudadinho na muralha da cidade – melhor localização nessas cidades históricas é sempre dentro da muralha!

    • Alessandra Lima

      Oi Fernanda, tudo bem?
      Realmente Évora é um encanto, e seus monumentos são muito interessantes.
      Obrigada por esta dica sobre hospedagem e por comentar.
      Abraço,
      Alessandra.

  3. Lulu Freitas

    Quantos lugares lindos para se fazer em Évora Portugal. O país oferece muitas alternativas de passeios maravilhosas. De todas as dicas os Monumentos Megalíticos me despertaram muita curiosidade.

    • Alessandra Lima

      Oi Lulu, tudo bem?
      Sim, Évora é uma cidade maravilhosa, repleta de história.
      Os Monumentos Megalíticas são incríveis, vale a pena conhecer.
      Obrigada por comentar.
      Abraço,
      Alessandra.

  4. Ruthia Portelinha

    Évora é uma cidade admirável, gosto muito de toda a região. Só não visitei o Cromeleque dos Almendres ainda, tenho que voltar a levar o meu filho. Gostou da gastronomia alentejana?
    Beijinhos

    • Alessandra Lima

      Olá Ruthia, tudo bem?
      A Região do Alentejo é muito bonita, e a gastronomia é maravilhosa.
      Seu filho vai adorar visitar os Monumentos Megalíticos, principalmente se ele gosta de história.
      Obrigada por comentar.
      Abraço,
      Alessandra.

  5. Andressa

    Quando for para Portugal, já sei que blog pesquisar! 🙂 Essa Capela dos Ossos deve ser muito interessante, apesar de assustadora! rs

    • Alessandra Lima

      Oi Andressa, tudo bem?
      Que bom que gostou do conteúdo e que foi inspirador para você.
      A Capela dos Ossos é realmente muito interessante, apesar de ter um lado, um tanto quanto macabro…rs
      Você vai amar Évora, é uma cidade linda.
      Obrigada por comentar.
      Abraço,
      Alessandra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *