Passeios em Alagoas: Pontos Turísticos Alternativos às Praias

postado em: Alagoas, Maceió | 12

As praias nordestinas estão sofrendo por causa do óleo derramado no oceano. Então, neste texto darei algumas alternativas de passeios em Alagoas, além das praias.

Sei que quem viaja ao nordeste, pensa em conhecer praias paradisíacas, piscinas naturais e aproveitar o sol.

Mas, não é somente praia que existe por lá.

Suas cidades praianas, apesar de pequenas oferecem outros atrativos.

Aproveitando, quero dar sugestões de outros textos que talvez você goste de ler sobre estes passeios alternativos em Ouro Preto, ou sobre os pontos turísticos de Minas Gerais na cidade Mariana. Também há passeios lindos neste texto sobre o que fazer em Bento Gonçalves, e neste sobre os pontos turísticos de Gramado.

Agora, voltando ao nosso assunto, sobre passeios em Alagoas, para saber se as praias do local que você irá visitar estão próprias para banho, entre em contato com a prefeitura da cidade. Desta forma, você poderá ter informações mais precisas.

Além disso, no site do IMA – Instituto de Meio Ambiente de Alagoas, você encontrará informações atualizadas sobre as praias. Você também poderá encontrar informações sobre o derrame de óleo neste documento elaborado pela Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Ageu Guimarães e o Laboratório de Saúde Ambiente e Trabalho.

Entretanto, como não há informações precisas sobre os danos reais desse crime ambiental, então, por precaução, evite comer pescados na região e não entre no mar.

Mas, apesar destas informações tristes, quero lembrar que o nordeste brasileiro, também foi palco do início de nossa história, desta forma, há muito o que conhecer por lá. Então, vamos a outras opções de passeios em Alagoas.

Passeios em Alagoas O que fazer além das Praias

Sempre que pensamos em Alagoas, logo nos vem à mente o mar e suas praias. Mas, existem várias outras opções de diversão na região.

Então, colocarei as opções divididas entre as principais cidades do sul do estado. Espero que este texto ajude você a criar seu roteiro alternativo.

O que fazer em Barra de São Miguel

  1. Centro Histórico: Por suas ruas são encontradas construções do século XIX, entre elas casas e igrejas, com muita história para contar. Esta parte da cidade foi uma vila de pescadores antigamente.
  2. Centro Gastronômico da Villa Niquim: Localizado na região central de Barra de São Miguel, tem a maior concentração de restaurantes, bares e lanchonetes. A noite fica bastante movimentada de turistas.
  3. Compras em Pontal da Barra: Localizado a 33 km de Barra de São Miguel, são inúmeras lojas com artesanatos da região. São trabalhos feitos em renda, artesanatos rústicos com pinturas em madeiras, quadros e imagens.

O que fazer em Marechal Deodoro

Marechal Deodoro é um município que nasceu no período colonial. Já que, seu centro histórico começou a ser construído em 1660.

A cidade conserva muitas lembranças da colonização portuguesa no Estado de Alagoas. São construções em estilo barroco, espalhadas por suas ruas.

  1. Palácio Provincial Marechal Deodoro: Esta construção foi utilizada como sede do Governo da então capital do estado até 1839, quando a capital foi transferida para Maceió. Já serviu para hospedar a família imperial no ano de 1860 e desde 1961, passou a ser a sede da prefeitura de Marechal Deodoro. Localizado no Centro Histórico de Marechal Deodoro.
  2. Cadeia Pública e Casa da Câmara:  Uma construção de 1850, que antes de ser a cadeia, foi um armazém de sal. Foi construída na parte alta da cidade, de onde se tem uma vista estratégica da cidade. Localizada no Centro Histórico de Marechal Deodoro.
  3. Museu de Arte Sacra Dom Ranulpho da Silva Farias: Uma construção que levou cerca de 70 anos para ser concluída, foi finalizada em 1723. Desde então, foi utilizada como mosteiro, abrigo para tropas, e população carente fugindo da seca. Mas, em 1984 passa a funcionar no prédio, o Museu de Arte Sacra, com mais 200 peças entre esculturas, telas, mobiliário, joias e objetos litúrgicos. Localizado na Rua São Francisco, no Complexo do Convento da Ordem.
  4. Casa de Deodoro: A antiga casa do Marechal, foi construída em estilo colonial, com os característicos janelões e telhados com acabamento de telha dupla e biqueira. O prédio é usado hoje como museu em homenagem a Marechal Deodoro da Fonseca, um grande símbolo da cidade. Localizada na Rua Marechal Deodoro, s/n.
  5. Espaço Cultural Santa Maria Madalena da Lagoa do Sul: Neste espaço você encontrará os lindos trabalhos elaborados por artesãos locais. São uma grande variedade de rendas, labirinto, filé e singeleza.
Igrejas Históricas em Marechal Deodoro

Igreja Santa Maria Madalena e Convento de São Francisco: Esta igreja levou quase cem anos para ser construída. Entre paralizações e retornos da construção, a primeira missa foi celebrada em 1662, antes de sua conclusão. Sua construção só foi finalizada em 1793, portanto muita história para conhecer. Localizada na Rua São Francisco, no Complexo do Convento da Ordem.

Igreja da Ordem Terceira de São Francisco: Construída no século XVIII, fica anexa à Igreja Santa Maria Madalena. Sua fachada em estilo Rococó, bem característico com uma única porta e três janelões. Localizado na Rua São Francisco, no Complexo do Convento da Ordem.

Igreja do Senhor do Bonfim: Primeira igreja construída em Marechal Deodoro. Segue o estilo das igrejas franciscanas. Apesar de não se ter a data exata de sua construção, sua primeira menção foi em 1661.

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição: Não há uma data exata da construção, mas o registro de sua existência data de 1654. Foi incendiada por holandeses na época da invasão de seu território. Foi reconstruída em estilo Rococó pela população da cidade em 1783. Localizada no Centro Histórico de Marechal Deodoro.

O que fazer na Praia do Gunga

  1. Falésias do Gunga:  Passeio de quadriciclo até as falésias, ficam próximas ao Mirante do Gunga. Inclusive o passeio passa por meio a grande plantação de coqueiros. São grandes morros com areias de várias cores, é lindo.
  2. Mirante do Gunga: Localizado na Rodovia AL101, Roteiro, de onde se tem uma vista maravilhosa do coqueiral e o mar ao fundo.

O que fazer em Coruripe

  1. Conhecer o artesanato de Feliz Deserto: Vendidos no Pontal de Coruripe, são feitos por mulheres artesãs de Feliz Deserto, uma vila próxima a Coruripe. As peças são feitas com palha de Ouricuri, uma espécie de palmeira. São trabalhos lindos, entre eles, bolsas, jogos americanos, mandalas e tapetes trançados e coloridos. Esta arte foi herdade dos índios Caetés.
  2. Igreja São José do Poxim: Construída no século XVIII, em estilo barroco, é mais antiga que a criação do povoado de Coruripe. Simples, mas com muita história.
  3. Farol do Pontal de Coruripe: No farol a pedida é assistir ao pôr do sol, com uma vista linda do mar azul.

 

Vista Mirante do Gunga - Passeios em Alagoas
Vista Mirante do Gunga – Passeios em Alagoas – Fonte Wikipedia

 

O que fazer em Penedo – Passeios em Alagoas

Penedo está localizada às margens do Rio São Francisco, e foi o primeiro município de Alagoas, fundado no século XVI.

Desta forma, seu Centro Histórico preserva grande parte de nossa história em suas igrejas e casarões datados do século XVI e XVII.

  1. Igreja Nossa Senhora da Corrente: Localizada na Praça 12 de Abril, faz parte do patrimônio histórico da cidade. Construção em estilo Rococó, a visita é mais interessante com um guia local, que conta a história da igreja.
  2. Museu do Paço Imperial: Este museu possui exposição de objetos que contam a história da estada de Dom Pedro II na cidade. A entrada é gratuita, o museu está localizado na Praça 12 de Abril.
  3. Igreja Nossa Senhora do Rosário: Esta igreja foi construída por uma família abolicionista, que ajudava os escravos a fugirem. Inclusive, no altar há um ponto onde os escravos se escondiam. Localizada na Praça Barão de Penedo, s/n.
  4. Teatro Sete de Setembro: Este foi o primeiro teatro construído em Alagoas, um prédio com ótima acústica, sem contar a beleza do edifício e a história. Localizado na Avenida Floriano Peixoto, 81.
  5. Memorial Raimundo Marinho: Um sobrado construído em 1859, que foi transformado em Paço Imperial, para acolher Dom Pedro II em sua estada na cidade. Hoje foi transformado em Museu Imperial. Localizado na Praça 12 de Abril, 9.
  6. Casarão das Artes: Um local onde os artesãos da cidade apresentam seus trabalhos. Localizado na Praça Largo de Fátima, 8.

O que Fazer em Maceió

  1. Rua Fechada:  Para quem estiver visitando Maceió no final de semana, a Rua Silvio Vilana, é fechada para o trânsito de veículos. Esta rua está localizada na Praia de Ponta verde. Por lá há diversão para toda a família, shows, dança, aluguel de brinquedos e bicicletas. Ótima opção de diversão.
  2. Parque Municipal: Este parque é uma reserva natural, localizado dentro da Mata Atlântica no bairro de Bebedouro. Com grande diversidade de fauna e flora, agradará principalmente, àqueles que gostam de estar em meio a natureza. No parque você encontrará jacarés-de-papo-amarelo, frangos d’água, saguis, preguiças, corujas e muitos outros animais e aves. Localizado na Rua Marques de Abrantes, s/n.
  3. Sorveteria Bali: Como na cidade de Maceió o calor é intenso, nada melhor que refrescar-se com um sorvete. Então fica a dica desta sorveteria, que é tida como a melhor sorveteria de Alagoas. São mais de 100 sabores diferentes de sorvetes, inclusive de frutas da região. Você encontra uma das sorveterias Bali, no shopping localizado no bairro da Lagoa Santa.
  4. Parque Memorial Quilombo dos Palmares: Este parque, está localizado na Zona da Mata, na cidade de União dos Palmares. Ele é o único parque voltado a preservar a cultura negra do Mercosul. O local além de guardar muita história de lutas, é uma homenagem a Zumbi, o maior líder na luta pela libertação de seu povo.
  5. Catedral Metropolitana de Maceió: Uma construção em estilo Românico, com teto pintado em azul, repleto de estrelas douradas e com a imagem de Nossa Senhora dos Prazeres. Localizada na Praça Dom Pedro II, no centro.
  6. Mirante São Gonçalo: Um ótimo lugar para ter uma vista ampla da cidade.

Museus em Maceió

São inúmeras opções de museus na cidade contando a história inicial do Brasil. Então, vou citar alguns aqui, que são alternativas de passeios em Alagoas:

  • Museu de Arte Brasileira

 Para quem gosta de história e arte – Praça Manoel Duarte, 77.

  • Pinacoteca da UFAL

 Repleto de obras de arte – Praça Visconde de Sinimbu, 206.

 Horário de Funcionamento: Segunda A Sexta das 8h30 às 17h30. Fechada para reforma até final de 2020.

 Entrada: Gratuita

  •  Museu de Tecnologia do Século XX

 Só a arquitetura do prédio já vale a visita – Rua Sá e Albuquerque, 467.

 Horário de Funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 17h.

 Entrada: R$ 5,00

  • Museu da História Natural de UFAL

 Um museu com fósseis, minerais e antropologia – Avenida Aristeu Andrade, 452.

 Horário de Funcionamento: Segunda a sexta das 9h00 às 12h00, das 14h00 às 17h00.

  • Museu Palácio Floriano Peixoto

 O local onde está instalado o museu já é um espetáculo – Praça Marechal Floriano Peixoto,517.

 Horário de Funcionamento: Terça a sexta, das 9h às 16h.

  • Museu Théo Brandão de Antropologia e Folclore

 Exposições voltadas para história, evolução, riqueza e diversidade cultural – Avenida da Paz, 1490.

 Horário de Funcionamento: Terça a sexta, 9h às 17h, Sábado, 12h às 17h (exceto feriados).

 Entrada: Gratuita.

  • Memorial da República

 Conta a história da Proclamação da República do Brasil – Avenida da Paz, s/n.

 Horário de Funcionamento: Terça-feira a sexta-feira das 9h00 às 17h00, sábados, domingos e feriados, das           14h00 às 17h00.

 Entrada: Gratuita.

  • Museu de Arte Sacra Pierre Chalita

 Obras esculpidas em madeira, que contam a história da arte Europeia e Brasileira – Praça Floriano Peixoto, 44.

 Horário de Funcionamento: Terça a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h.

 Entrada: R$ 5,00.

Dicas para aproveitar melhor este roteiro

Então, para aproveitar melhor este roteiro, vou deixar aqui um mapa com uma sugestão de ordem, para visitar as cidades.

Já que, a distância entre Maceió e Penedo, que seria a última cidade do roteiro, é de 276 km, uma sugestão é ir até Penedo, ficar duas noites por lá.

Então, em um dia você conhece os pontos turísticos de Penedo, no segundo dia, faz um bate e volta até Coruripe e no terceiro dia, volta a Maceió.

A partir de Maceió é possível fazer bate e volta de todas as outras cidades que menciono aqui, pois as distâncias são pequenas, entre 22 km e 50 km.

Neste caso, sugiro uma estada de 8 dias em Maceió, já que, a cidade tem vários pontos turísticos para serem conhecidos.

Destes 8 dias, sugiro que você use dois para ir a Marechal Deodoro, que fica a 22 km de distância. E, outros dois dias para a Praia do Gunga e Barra de São Miguel.

Além disso, para realizar este roteiro com tranquilidade, uma boa opção é alugar um carro, isso lhe dará maior liberdade.

E, para completar seu roteiro, aqui você encontrará as melhores opções de hotéis em Alagoas.

Abaixo, o mapa das cidades a serem visitadas.

 

Conclusão sobre Passeios em Alagoas

Neste texto, a intenção é mostrar que, apesar de a tradição dos estados do nordeste brasileiro ser o turismo de praia, há outras opções de passeios.

Inclusive, este texto faz parte de uma ação, em que, eu mais algumas blogueiras estamos fazendo para fomentar o turismo alternativo na região.

Sendo assim, você poderá ver alternativas de passeios, sobre o que fazer em Alagoas, no texto da Daniela da Dani Tur, sobre Pernambuco, no texto da Juliana do Contos e Encontros e sobre Aracaju no texto da Mariana do Mariana Viaja.

Para mais informações sobre a qualidade da água das praias nas cidades citadas nestas opções de passeios em Alagoas, acesse o site do site do IMA – Instituto de Meio Ambiente de Alagoas.

Além disso, procure também informações sobre a ingestão de frutos do mar e peixes na região, junto a prefeitura de cada cidade.

Neste link, você encontrará uma lista com outros blogs que também participaram desta ação.

Estas dicas de passeios em Alagoas, é uma tentativa de mostrar o outro lado do turismo em cidades litorâneas. Caso tenha alguma dúvida sobre os destinos, ou tenha alguma sugestão diferente de passeios, deixe aqui nos comentários. Será um prazer responder. Gostou destas dicas? Então siga o blog no Facebook, Instagram e Pinterest para saber mais novidades. Até o próximo Post.

Seguir Alessandra Lima:

SEO e Redatora

Alessandra, é uma pessoa apaixonada por viagens. Formada em Comércio Exterior e escreve o blog Viagens de Cá pra Lá desde 2014. Adora ler e fazer fotos. Buscando sempre lugares inusitados para suas viagens, seu intuito é trazer informações mais completas possíveis para você, Leitor. Seja bem vindo ao blog Viagens de Cá pra Lá.

12 Responses

  1. Mit Viagem

    Oi Alessandra, como ce está? Amei o post! Foi muito legal e agora sei melhor o que eu vou visitar em marco do ano que veem. Marco é uma boa época para viajar a AL, não é?

    • Alessandra Lima

      Oi Mit, tudo bem e com você?
      Março é bom sim, pois ainda não terá iniciado a época das chuvas.
      Fico feliz que tenha gostado do texto.
      Obrigada por comentar e ótima viagem para você.
      Abraço,
      Alessandra.

  2. Leo Vidal

    Eu quando fui a Maceió fiquei tão maravilhado com a praia que acabei conhecendo pouca coisa fora das praias. Ótimo índice de passeios em Alagoas. Já salvei nos favoritos.

    • Alessandra Lima

      Oi Leo, realmente as praias por lá são paradisíacas.
      Mas fico feliz que tenha gostado.
      Obrigada por comentar.
      Abraço,
      Alessandra.

  3. Andrea

    Olá,
    Muito legal esta ação, mostrando que quem vai para o Nordeste pode aproveitar e muito as cidades, mesmo se não rolar praia.

    • Alessandra Lima

      Oi Andrea, que bom que gostou, é importante mostrar que há outras opções nestas cidades.
      Obrigada por comentar.
      Abraço,
      Alessandra.

  4. Lulu Freitas

    Adorei o texto sobre o turismo e passeios alternativos em Alagoas. Sempre lemos sobre o que fazer por lá voltado para praias, mas você mostrou que há muitas outras alternativas! Gostei muito da lista sobre cada lugar no Estado. Salvei o post para futura viagem!

    • Alessandra Lima

      Oi Lulu, que bom que gostou.
      Sempre bom ter alternativas de passeios nos destinos de praia, não é?
      Obrigada por comentar.
      Abraço,
      Alessandra.

  5. Fernanda Scafi

    Que legal! Não conheço nada de Alagoas, mas já fiquei com vontade de fazer vários desses passeios. Que bom saber as alternativas além da praia, que é sempre o que vem primeiro na cabeça do pessoal quando se pensa em Nordeste né? Mas eu não sou uma pessoa muito praiana no geral então prefiro esses passeios alternativos (com ou sem óleo nas praias).

    • Alessandra Lima

      Olá Fernanda,
      O Alagoas tem muita história para contar, nestes passeios alternativos.
      Fico feliz que tenha gostado.
      Obrigada por comentar.
      Abraço,
      Alessandra.

  6. Camila

    A gente sempre associa o nordeste com praia né? Mas sempre tem mais atrações que podem complementar uma prainha (ou pra aproveitar um dia mais nublado, ou pra dar um tempo pra pele né 🙃). Confesso que não conhecia muitos desses destinos e fiquei super interessada! Preciso de uma super imersão em Alagoas, tô salvando aqui pra aproveitar! 🙂

    • Alessandra Lima

      Oi Camila,
      Sim, as praias do nordeste, têm muita história também.
      Que bom que gostou, obrigada por comentar.
      Abraço,
      Alessandra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *