O que fazer em Aveiro Portugal: Roteiro de um dia com passeio de bike

postado em: Aveiro | 6

Continuando com as informações sobre minha viagem a Portugal, neste texto falarei de todas as opções sobre o que fazer em Aveiro. Mas antes disso, vou contar a você, um pouco sobre a história da cidade.

Aveiro, foi fundada ainda na época em que os romanos dominavam as terras português, iniciou-se como uma vila no século VIII, com atividades na produção de sal e comércio naval.

Desta forma, o sal sempre foi seu bem mais precioso e moeda de troca em negociações. A vila foi destruída por um incêndio. Após este acontecimento, foi reconstruída e cercada por muralhas em 1418.

A vila foi crescendo para além das muralhas, e no ano de 1759 é eleva a cidade. Porém, suas muralhas foram destruídas no século XIX.

A história de Aveiro é marcada por várias doações de suas terras, inicialmente a Condessa Mumadona, doa estas terras ao Mosteiro de Guimarães em 959.

 

Moliceiros - Nos canais de Aveiro - O que fazer em Aveiro
Moliceiros – Nos canais de Aveiro

 

Outra doação das terras da vila foi realizada em 1485 a D. Joana, que foi recolhida ao Mosteiro de Jesus de Aveiro.

Sua economia, continuou voltada a produção salineira, porém hoje, as salinas de Aveiro são menores e produzem somente a flor de sal.

O que chama a atenção dos turistas, é a cidade ser conhecida como a Veneza de Portugal, graças a seus canais, que cortam várias regiões da cidade.

 Aproveite e Leia Também:

 

Compre seu Seguro Viagem com 5% de desconto com o cupom DECAPRALA5

 

 

 

 

Construção Estilo Arte Nova - Aveiro
Construção Estilo Arte Nova – Aveiro

 

Onde fica Aveiro em Portugal

Aveiro está localizada na área central do Litoral de Portugal, encontra em seus limites de município com Porto, Viseu e Coimbra.

Além disso, fica entre duas regiões metropolitanas importantes de Portugal, Porto e Lisboa.

Sendo assim, sua localização estratégica, se destaca pela facilidade de acesso tanto de pessoas, quanto de produtos, a regiões dentro de Portugal, assim como para fora do país.

Desta forma, Aveiro está localizada a 75 km de Porto e a 254 km de Lisboa, por isso, preferi fazer minha base em Porto para conhecer Aveiro, que é bem mais próximo.

Para este bate e volta entre Porto e Aveiro, fizemos a locação de um carro.  Esta locação fizemos através da Plataforma da RentCars, que buscou a melhor opção de locadora em Portugal. A plataforma é totalmente segura e faz o comparativo de todas as locadoras da região.

 

Vista de Aveiro a partir dos Canais
Vista de Aveiro a partir dos Canais

 

Como chegar a Aveiro

Conforme informei acima, a distância entre Porto e Aveiro é de 75 km, e como nosso roteiro iria cortar Portugal de norte a sul, achamos melhor alugar um carro.

As estradas entre Porto e Aveiro, assim como, todas as estradas por onde passamos em Portugal, são muito boas e bem sinalizadas.

Neste trecho pagamos 4 pedágios, ida e volta, no total de € 9,90, o combustível estava em torno de € 1,60 por litro de gasolina.

Mas, também é possível chegar de trem até Aveiro. A partir da estação São Bento, no centro do Porto, saem vários trens para Aveiro, ao custo de € 15,00 cada viagem.

Normalmente, os trens partem a cada 40 minutos, e a viagem tem duração de 50 a 60 minutos.

Onde estacionar em Aveiro Portugal

Como, já comentei antes, em outros textos, as ruas mais centrais das cidades portuguesas, ou são proibidas de estacionar, ou há o parquímetro.

No caso do parquímetro, é necessário voltar a cada 3 ou 4 horas até o local estacionado, para pagar novo período de estacionamento.

Em alguns casos, é necessário ainda, retirar o carro do local estacionado e procurar vaga em outro local.

Sendo assim, estacionar na rua, acaba saindo mais caro e você não terá tranquilidade para conhecer a cidade.

Desta forma, caso opte por alugar um carro, sugiro que você pare em um Estacionamento, para poder ver com tranquilidade, tudo o que fazer em Aveiro.

Em nossa visita à cidade, paramos em um estacionamento localizado no centro, a poucos metros da Sé de Aveiro.

Endereço: Praça Marquês de Pombal, para chegar à entrada do estacionamento, coloque no GPS Rua dos Combatentes da Grande Guerra, 137.  Esta é a ruazinha que acaba na entrada do estacionamento.

Preço: O valor da hora no estacionamento é em torno de € 1,00. Ficamos das 9h30 até as 17h45 e pagamos € 8,25.

 

Centro Histórico de Aveiro Visto dos Canais - O que fazer em Aveiro
Centro Histórico de Aveiro Visto dos Canais

 

O que fazer em Aveiro em um dia de inverno

Bem, chegamos a Aveiro, por volta de 9h30, era sim, um dia de inverno, mas o dia estava lindo, com céu azul, apesar de muito frio.

Afinal, Aveiro fica ao norte de Portugal, região mais fria que a parte sul, onde está Lisboa e o litoral do Algarve.

Mas, como o dia estava bastante aberto, foi um dia muito proveitoso. Durante o inverno, os dias na Europa, costumam terminar mais cedo. Em Portugal, no geral escurecia por volta de 17h30.

Porém, isso não atrapalhou nossos passeios, pois há várias opções de o que fazer em Aveiro, com atrações que ficam abertas até as 18h00 durante o inverno.

Uma preocupação desta visita no inverno, era com o passeio de moliceiro pelos canais de Aveiro. Eu havia pesquisado e vi algumas informações no site Cultuga, de que alguns moliceiros funcionavam no inverno.

Fiquei na torcida, e quando chegamos a cidade, lá estavam os barquinhos, esperando pelos turistas para seu passeio pitoresco.

Portanto, não se preocupem, caso sua viagem a Portugal ocorra no inverno. Pois, é possível aproveitar quase tudo o que tem pra fazer nas cidades portuguesas, mesmo no inverno.

 

Canais de Aveiro - O que fazer em Aveiro
Canais de Aveiro

 

Passeio de Moliceiro em Aveiro

Então, vamos começar as opções sobre o que fazer em Aveiro, falando do passeio de Moliceiro pelos canais da cidade.

Mas, o que é um Moliceiro?

Moliceiro é uma pequena embarcação, que lembra um pouco as gôndolas de Veneza, em partes de sua forma.

Mas, a semelhança para por aí. O Moliceiro, é uma embarcação pequena, porém, maior que as gôndolas. Neste texto, falo sobre nosso passeio de gôndola em Veneza.

Os Moliceiros eram utilizados antigamente, para retirar algas, o moliço, de dentro dos canais. Estas algas eram transformadas em fertilizante para as plantações.

Outra diferença entre as gôndolas e os moliceiros, é que as gôndolas são impulsionadas pela força dos gondoleiros, com remos. Já os moliceiros possuem motor.

Estas embarcações, chamam a atenção também, pela beleza das pinturas em seus cascos, e seu colorido, que refletido no espelho d’água dos canais forma uma imagem encantadora.

Quando, o moliço deixou de ser usado na lavoura, e os pequenos barcos ficaram sem utilidade, e o turismo cresceu na cidade, então veio a ideia de fazerem os passeios de Moliceiros.

Os moliceiros, nome dado também aos pilotos do barco, vão mostrando um outro lado turístico da cidade.

Dão dicas sobre o que fazer em Aveiro, cantando e contando a história da embarcação, da Ria e das salinas.

Horário dos passeios: Os passeios acontecem diariamente das 9h00 às 18h00, com duração em torno de 1h00.

Valor do Passeio: Eu paguei € 10,00 o passeio, com direito a degustação de biscoitinhos na loja Zé de Aveiro. Mas há várias empresas que fazem o passeio e oferecem outras experiências a bordo, degustação de vinhos e doces de ovos moles. Então estes passeios são mais caros, mas não procurei estas empresas.

Endereço: Rua João Mendonça na altura do número 8.

 

Ruas de Aveiro
Ruas de Aveiro – Portugal

 

Ria de Aveiro

É uma grande laguna formada pelo recuo das águas do mar, que formaram cordões litorâneos. Estes cordões são como uma barreira natural, formada por sedimentos e pedras.

A Ria de Aveiro, possui 47 km de distância, por 11 km de largura, são 11.000 hectares de extensão, sendo que 6.000 hectares estão alagados constantemente.

Assim, estas águas circundam várias ilhotas. Região rica em peixes, aves aquáticas, além de ter sido uma área de grande importância no auge da produção salineira.

Mercado de Peixe

O mercado de Peixe em Aveiro, não é como todos os mercados municipais que encontramos pelo mundo.

Este, além de ter muitas bancas vendendo peixes frescos, no 1º andar, há também um restaurante, onde é possível almoçar ou jantar.

Neste restaurante são servidas muitas especialidades elaboradas com peixes e frutos do mar, claro.

Mas, o restaurante não serve somente produtos do mar, também servem carnes, vinhos e sobremesas.

Horário de Funcionamento: O restaurante abre de terça-feira a sábado, das 12h00 às 15h00, e das 19h30 às 23h00. Domingos abre das 12h00 às 15h00 e fecha às segundas-feiras.

Reserva de Mesas: Telefone: (+351) 234 351 303, Telemóvel: (+351) 968 073 652, ou por e-mail: mercadopeixe@hotmail.com.

Endereço: Largo Praça do Peixe, 1.

 

Vista da Ria sobre a Ponte - O que fazer em Aveiro
Vista da Ria sobre a Ponte

 

Casas de Azulejos

Outra opção de o que fazer em Aveiro, é ir em busca das casas que são todas revestidas em azulejos portugueses.

São inúmeras casas, térreas e assobradadas em que suas paredes são revestidas completamente de azulejos.

E, não são azulejos comuns, cada casa tem sua característica, alguns simplesmente têm cores fortes e vivas, outros são todos desenhados.

É uma parte interessante da cidade a ser visitada. A dica sobre as casas azulejadas foi dada pelo moliceiro que fez nosso passeio pelos canais.

 

Casa de Azulejo - Aveiro
Casa de Azulejo – Aveiro

 

Passeio de Bicicleta em Aveiro

Depois de fazer o passeio de moliceiro, fazia parte de nossos planos pegar uma Buga e aproveitar a cidade.

Mas, Alê, o que é uma Buga?

Buga, é o nome dado às bicicletas em algumas regiões de Portugal, e em Aveiro, a prefeitura disponibiliza bugas gratuitas para passeios dentro da cidade.

Para retirar as bicicletas gratuitas, é necessário deixar um documento. Desta forma, aconselho estar com o RG ou Hbilitação, pois não é aconselhável separar-se de seu passaporte durante as viagens.

Porém, nós pretendíamos sair da cidade com as bicicletas, pois eu havia pesquisado e visto que era possível ir até o litoral de bike.

Então, um dos rapazes que estavam atendendo no ponto de retirada das bicicletas, nos levou até uma locadora de bikes, a Biclaria. Esta loja fica na Rua dos Combatentes da Grande Guerra 81.

Lá, é possível tanto alugar uma bicicleta, quanto fazer tours de bicicleta pela cidade. Uma ótima opção do que fazer em Aveiro.

Horário de Funcionamento: A Biclaria funciona de segunda-feira a sábado, das 9h30 às 13h00, e das 14h00 às 18h30. Horário para retirar as Bugas gratuitas, é em dias úteis das 9h00 às 19h00, finais de semana e feriados, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 19h00.

Valor do Aluguel da Bicicleta: Você pode alugar a bike para 4 horas, ou para até 3 dias, os valores vão de € 8,00 a € 45,00, dependendo do tempo que ficar com a bicicleta. Nós pagamos € 8,00 para 4 horas, para cada bike.

Endereço: Loja das Bugas, Praça do Mercado, 2 e Blicaria, Rua dos Combatentes da Grande Guerra 81.

 

Ciclovia entre Praia da Barra e Praia da Costa Nova
Ciclovia entre Praia da Barra e Praia da Costa Nova

 

Praia e Farol da Barra

Então, pegamos nossas bikes, o mapa do caminho fornecido pelo dono da loja, que usei no aplicativo Strava, e partimos para nossa aventura.

Sim, foi uma aventura para mim, ao menos. Pois, apesar de estar acostumada a andar distâncias razoavelmente grandes, nunca tinha saído na estrada de bike.

Mas, vamos lá.

O caminho até a praia, que fica a 11 km de Aveiro, não estava muito movimentado.

Grande parte do percurso, fizemos por uma estrada interna, que margeava a estrada principal, até chegarmos a Ílhavo.

Isso mesmo, as praias não ficam em Aveiro, mas na cidadezinha ao lado, chamada Ílhavo.

O caminho é quase todo plano, com exceção de dois pequenos trechos, onde é necessário subir duas pontes.

A primeira, a praia da Barra, que também é onde se encontra o Farol da Barra, conta com uma passarela bastante extensa que percorre todo o areial dourado.

E, ao final do areial está o Farol da Barra. A vista do farol, e a paisagem marítima é muito bonita. E devido a suas ondas, a praia atrai muitos surfistas.

O Farol da Barra, que foi construído em 1885, é o segundo Farol mais alto da Europa. Possui 62 metros de altura, e 288 degraus para chegar a sua abóboda.

Ele pode ser visto a 40 quilômetros de distância e foi instalado, como tantos outros, para orientar os navios que passam pela região.

Pois, muitas embarcações eram atraídas para terra pela ilusão de distanciamento, causada devido a costa da região ser muito plana.

Horário de Visitação: Toda quarta-feira no período da tarde, entre 13h30 e 16h30 no inverno, e entre 14h00 e 17h00 no verão.  É preciso subir caminhando os 288 degraus.

Ingresso: Entrada gratuita.

Endereço: Largo do Farol, Praia da Barra, coordenadas GPS: 40°38’34.1″N 8°44’52.1″W.

 

Praia da Barra - Ílhavos - Portugal
Praia da Barra – Ílhavos – Portugal

 

Praia da Costa Nova

Assim, após sairmos da Praia da Barra, continuamos nossa pedalada para a Praia da Costa Nova.

Novamente, fizemos o percurso por ruas e estradas, mas sempre ficando na demarcação feita para bicicletas, sim há espaços específicos para bike de uma praia a outra.

Mas, não é permitido entrar de bicicleta nas areias da praia. Uma das pontes que subimos, e a maior delas, é a ponte que passa sobre a Ria, e tem uma vista bem bonita, da Ria de Aveiro e da praia.

A Praia da Costa Nova tem dunas de areias mais claras e finas, tanto a Praia da Barra, quanto a Praia da Costa Nova, possuem boa qualidade da água o ano.

 

Praia da Costa Nova - Ílhavos - Portugal
Praia da Costa Nova – Ílhavos – Portugal

 

Casas Coloridas em Aveiro

Estas casas, são famosas entre os turistas devido a seu colorido característico. São casas assobradadas, com varandas no andar superior e pintadas em listras coloridas e vibrantes.

Até o início do século XIX a região de Costa Nova era somente um areial e suas águas direcionadas a pesca. Então, os pescadores construíram Palheiros, que originalmente não possuíam divisões internas e suas listras tinham a cor vermelha e ocre.

Depois, os Palheiros foram divididos, transformados em casas, decorados com conchas e pintados em risca colorida, época em que começaram a chegar as famílias dos pescadores no verão.

Transformando-se assim, em um balneário.

 

Casas Coloridas - Praia da Costa Nova - O que fazer em Aveiro
Casas Coloridas – Praia da Costa Nova

 

Museu de Aveiro Santa Joana

Este museu, uma das opções de o que fazer em Aveiro, tem espaços extraordinários. Logo à entrada há uma carruagem antiga, toda em madeira.

Depois, a primeira sala a ser visitada é onde está o túmulo de Santa Joana, que era Princesa, filha de D. João V. Ela passou a viver no convento em 1472, no local onde está instalado o museu hoje.

Sua cripta é espetacular, toda feita em mármore colorido, sem contar a riqueza de detalhes de suas colunas e tampo.

Ali, era o convento de Jesus da Ordem Dominicana, um convento feminino, foi um dos primeiros em Aveiro, data do século XV.

Em outras salas há a exposição de arte sacra de todas as origens e estilos. Outro espaço que é possível ser visitado é a Igreja de Jesus.

Todas as paredes, teto e altares da igreja, foram decorados em entalhes dourados e azulejos portugueses.

É um lugar muito bonito, apesar de ser um ambiente um pouco pesado,  e deve fazer parte de seu roteiro pela cidade de Aveiro.

Horário de Visitação: Aberto de terça-feira a domingo, das 10h00 às 12h30 e das 13h30 às 18h00. Fechado aos domingos, 1 de janeiro, Domingo de Páscoa, 1 de maio e 25 de dezembro.

Ingresso: Cada ingresso para o museu custa € 4,00.

Endereço: Avenida Santa Joana na altura do número 12, fica a duas quadras do estacionamento que mencionei acima.

 

Cripta Santa Joana - Museu de Aveiro Santa Joana
Cripta Santa Joana – Museu de Aveiro Santa Joana

 

Sé de Aveiro

A Sé de Aveiro, ou Catedral de Aveiro foi inicialmente um convento fundado em 1423. Porém este convento foi totalmente destruído por um incêndio, restando da construção original, somente partes da igreja.

Então, a igreja foi reconstruída entre os séculos XVI, XVII e XVIII em estilo Barroco. A igreja possui desenho em cruz latina, com nave única e várias capelas laterais.

Inicialmente, entrando na igreja, ela se mostra simples, mas num olhar mais atento, poderá ver em suas capelas, verdadeiras obras de arte.

Altares em entalhes detalhados, azulejos em suas paredes laterais e o teto de algumas capelas extremamente rico em detalhes.

Horário de Visitação: Aberta de segunda-feira a sábado das 8h30 às 19h00, domingos das 8h30 às 12h30 e das 12h00 às 19h00.

Ingresso: Entrada gratuita.

Endereço: Rua Batalhão Caçadores Dez, na altura do número 71.

Como você pode ver há muitas opções de o que fazer em Aveiro, inclusive sugiro ficar na cidade ao menos 3 dias. Desta forma, será possível conhecer tudo com calma, fazer o passeio de bike e visitar o Museu Marítimo de Ílhavo, onde você poderá conhecer o Bacalhau em seu habitat, quase natural.

 

Sé de Aveiro - O que fazer em Aveiro
Sé de Aveiro – Portugal

 

Doces de Ovos Moles de Aveiro

Não se tem a exata data em que os ovos moles foram elaborados pela primeira vez. Porém sabe-se que surgiu a receita num convento de freiras.

Sendo assim, o doce é constituído de um creme muito doce feito de gemas de ovos colocado dentro da massa de Hóstia, sim, aquela utilizada nos cultos religiosos.

Conta uma lenda, que uma das freiras do convento era um tanto, quanto comilona e para conter o pecado da gula, era obrigada a jejuar. Porém, gostava muito de uma mistura que ela própria fazia de ovos com açúcar.

E, quando precisa fazer o jejum, e para não ser descoberta com seu doce de ovos, ela escondia o doce junto a massa das hóstias.

Então, quando as outras freiras iam tomar a comunhão e sentiam aquele gosto tão adocicado na hóstia, diziam que só poderia ser um milagre a hóstia com sabor tão divino.

Bem, lendas a parte, o doce de ovos moles, hoje continua sendo feito e colocado dentro da massa de hóstia.

Porém, hoje possui formatos característicos do mar, como conchas, peixes, búzios e outros. Eu experimentei, e realmente é muito saboroso, apesar de ser bastante doce para meu paladar.

Então, não deixem de experimentar este doce típico de Aveiro, uma das partes mais interessantes das viagens, é conhecer a cultura, as histórias e as comidas do destino.

Salinas de Aveiro

As Salinas de Aveiro, hoje são uma das opções do que fazer em Aveiro. É possível faze visitas guiadas nas salinas.

Apesar, de a produção de sal estar reduzida, as salinas estão abertas ao turista, que pode além de conhecer a beleza de uma salina, observar várias espécies de aves no local.

Inclusive, é possível assistir um lindo por de sol nas salinas. Além disso, também é possível tomar banho em piscinas salgadas e revestidas com lama, que são de grande benefício a saúde e a pele.

Horários de Visitação: Os banhos salgados, funcionam somente de 15/07 a 15/09, das 10h00 às 19h00. Visita guiada as salinas, diariamente das 11h00 às 15h00.

Ingressos: Banho Salgado € 4,00, Visita Guiada € 5,00 adultos e € 2,00 crianças.

Endereço: Travessa Governo Civil nº 4.

 

Salinas de Aveiro - Portugal
Salinas de Aveiro – Portugal

 

Onde Comer em Aveiro

Na verdade, como começamos o passeio de bike no meio da manhã, acabamos almoçando em Ílhavos. Ao chegarmos a Praia da barra, paramos para comer.

Padaria Ondaflor: Esta padaria está localizada em uma das entradas da Praia da Barra. O ambiente é agradável, limpo e com atendimento muito cordial. Comemos uma lasanha, um Prego de Porco no Prato e um Ice Tea, saiu por € 12,00. A comida nesta padaria estava deliciosa. 

Você deve estar se perguntando, mas o que é um Prego de Porco? E, eu explico.

Prego é um dos pratos típicos português, que basicamente é um bife de carne de porco ou de vaca, com arros, ovo e salada. Mas é absolutamente delicioso.

Aveiro Hospedagem

Como, fizemos nossa base em Porto, não utilizamos hospedagem em Aveiro. Porém, acredito que seria interessante passar ao menos 3 dias na cidade para conhecer tudo o que fazer em Aveiro.

Então, deixarei aqui, algumas sugestões de hospedagem, dentro dos critérios de busca que costumo fazer para a escolha do hotel.

Abeiro Inn:  Localizado a 600 metros do Centro Histórico de Aveiro, possui estacionamento e café da manhã incluído.

Aveiro Palace: Localizado praticamente no Centro Histórico de Aveiro, é muito bem localizado, possui estacionamento e café da manhã incluídos.

Internet Móvel em Aveiro

Viajar para fora do país, sempre causa alguns problemas quando o assunto é conexão com a internet.

Todos gostamos de ficar conectados com nossas famílias e amigos. Além disso, ter a possibilidade de postar as fotos dos destinos nas redes sociais, também é um desejo.

Sem contar, que estando conectado o tempo todo em sua viagem, você poderá consultar seu roteiro personalizado, seguir rotas em mapas e pesquisar mais informações sobre o seu destino.

Mas, usar o roaming do celular vai gerar um custo alto, ou depender da internet wifi dos hotéis e restaurantes nem sempre resolve a situação.

Uma sugestão, é levar o chip internacional aqui do Brasil, e já chegar conectada no destino. Eu sempre compro um chip de celular aqui e levo comigo.

É super prático, basta desligar o celular durante o voo e trocar os chips. Quando ligar novamente o aparelho, ele já estará conectado.

Lembrando que, mesmo que seu aparelho seja de duplo chip, retire o chip de sua operadora.

Então, basta ligar novamente o aparelho, acionar o sistema de roaming, para que, ele passe a funcionar normalmente.

Além disso, seu whats app permanecerá com seu número de telefone do brasil, sendo assim, você poderá continuar utilizando seus contatos.

 

Ruas de Aveiro
Ruas de Aveiro

 

Como Manter sua Segurança durante a Viagem

Um ponto importante em que se deve pensar na programação de sua viagem, é com a segurança e saúde de todos.

Desta forma, é aconselhável contratar um Seguro Viagem Internacional. Pois, não temos como prever se teremos algum imprevisto de saúde na viagem.

Então, é melhor prevenir, que arcar com um custo elevado por causa de algum problema de saúde durante. Normalmente os hospitais e consultas médicas fora do Brasil são caríssimos.

Conheço casos de amigos que tiveram custos em torno de 25.000,00 Euros com despesas médicas, por não terem um seguro.

Portanto, investir menos de R$ 200,00 para evitar problemas, é bastante razoável. Sem contar, que o seguro viagem internacional tem várias outras coberturas além da parte médica.

Os contratos preveem despesas com cancelamento e atraso de voos, extravio de bagagem, traslado e viagem de familiar para apoio, entre outros imprevistos.

Outra dica importante: sempre deixe copias de seu contrato de seguro viagem com algum familiar no Brasil. Deixe em destaque os números de contato, caso seja necessário acionar o seguro, em ambas as copias.

Tenha também seus contratos salvos no celular, em um e-mail que você consiga acessar facilmente. Leve estes documentos, e os comprovantes de hospedagem, passagem de retorno, também impressos. Inclusive durante a viagem, em sua bagagem de mão, caso seja solicitado na imigração.

Para contratar um seguro viagem, você pode utilizar a plataforma da SegurosPromo, um parceiro do Viagens de Cá pra Lá.

Uma plataforma totalmente segura, onde você encontrará um comparativo de várias seguradoras, com os melhores custos benefícios.

E com o cupom DECAPRALA5, você consegue um desconto de 5% em qualquer plano. Além disso, pagando em boleto, terá mais 5%. E aproveite sua viagem, com toda segurança e conforto.

Faça sua Cotação Aqui

 


Busca de Passagem Aérea

Existem vários sites de busca de passagens, onde você poderá encontrar ótimos preços e promoções.

Para isso, é necessário começar sua busca com antecedência de pelo menos 4 a 5 meses da data de embarque.

Assim, as chances de conseguir um bom preço, será maior.

Normalmente, faço buscas em vários sites como Passagens Promo, Google Flights, Maximilhas, e Skyscanner.

Passeios em Aveiro

Caso prefira, poderá comprar passeios de forma antecipada para aproveitar sua viagem a Aveiro.

Nesta página, você encontrará várias opções de passeios e tours a partir de Aveiro e de outras cidades até Aveiro.

Conclusão

São tantas opções do que fazer em Aveiro, que fiquei com a sensação de que deveria ter passado, pelo menos 3 dias na cidade.

Passeio de barco, caminhadas, passeio de bicicleta, inúmeros museus, igrejas, salinas não dá para ver tudo em um dia.

Espero ter conseguido passar a você um pouco da beleza e emoção que é visitar a cidade de Aveiro.

Também, espero que este texto lhe ajude a definir seu roteiro pela cidade e caso precise de ajuda, é só deixar seu comentário aqui embaixo.

Estas opções de o que fazer em Aveiro, são somente uma amostra do que a cidade oferece a seus visitantes. As belezas da cidade são inúmeras, vale muito a pena coloca-la em seu roteiro. Gostou destas dicas? Então, siga o blog no Facebook, Instagram e Pinterest para saber mais novidades. Até o próximo post.

6 Responses

  1. Fernanda Scafi

    Que linda que é Aveiro! Estive em Portugal praticamente 20 anos atrás e não conheci Aveiro – seria o principal motivo para voltar pq em geral conheci bem o país! Quero ver os canais, os moliceiros, as casinhas coloridas perto da praia e comer o doce típico da cidade! Mas passeio de bike não ia rolar pq eu nem sei andar de bike direito, acredita? kkk

    • Alessandra Lima

      Oi Fernanda, tudo bem?
      kkk…sem saber andar de bike direito fica difícil…rs
      Mas realmente fale a pena conhecer esta cidade, que é uma graça.
      Obrigada por comentar.
      Abraço,
      Alessandra.

  2. Carolina Arellano

    Que cidade fofa! Adoro cidades tranquilas e adoro fazer passeios de bicicleta (é o meio de transporte que mais uso no dia a dia)… deve ser uma delícia fazer isso em Aveiro. Adorei o post, ótimas dicas.

    • Alessandra Lima

      Olá Carolina,
      Foi muito bom fazer o passeio de bike por Aveiro.
      A cidade realmente é muito fofa.
      Que bom que gostou, obrigada por comentar.
      Abraço,
      Alessandra.

  3. Lulu Freitas

    Que interessante seu passeio por Aveiro. Você fez muita coisa em um só dia de roteiro! Fiquei com uma curiosidade. Existe algum rastreamento na buga gratuita? Você pretendia sair da cidade até o litoral e voltar. Como saberiam que você sairia dos limites da cidade? Não que eu apoie descumprir as regras, claro que não! Só mesmo uma curiosidade sobre esse controle sobre a bicicleta.

    • Alessandra Lima

      Oi Lulu,
      Você só pode ficar com a bike por duas horas.
      E o passeio que eu pretendia fazer levaria ao menos 4 horas.
      Sinceramente, não perguntei se há rastreamento, mas pelo modelo das bicicletas, não há rastreamento, eles contam com a honestidade dos turistas mesmo.
      Obrigada por comentar.
      Abraço,
      Alessandra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *